Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho e Isabella Alonso Panho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

A reação do bolsonarismo à indicação de seu ‘inimigo nº 1’ ao STF

Parlamentares da oposição mobilizam eleitores nas redes sociais contra Flávio Dino; ministro sempre foi o alvo preferencial dos bolsonaristas no Congresso

Por Da Redação Atualizado em 9 Maio 2024, 19h49 - Publicado em 27 nov 2023, 16h26

A indicação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, ao Supremo Tribunal Federal (STF) já provoca a reação de bolsonaristas nas redes sociais e no Congresso. O anúncio foi feito pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na tarde desta segunda-feira, 27, quando também confirmou a nomeação do vice-procurador-geral eleitoral, Paulo Gonet Branco, à Procuradoria-Geral da República (PGR).

Pelas redes sociais, aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro desencadearam uma onda de postagens críticas à indicação, muitas delas já tentando organizar uma reação para barrar a aprovação de seu nome no Senado.

Em uma delas, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) chama Dino de “hipócrita” e “notório perseguidor de opositores”, acompanhando uma foto do ministro fantasiado de guerrilheiro comunista.

O deputado Nikolas Ferreira (PL-MG) chamou o anúncio de “politicagem” e ironizou que a indicação é excelente “se os ministros querem mais pessoas os hostilizando na rua”.

Continua após a publicidade

Outras críticas vieram do deputado Ubiratan Sanderson (PL-RS) e dos senadores Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e Hamilton Mourão (Republicanos-RS), ex-vice-presidente da República. A deputada Carla Zambelli (PL-SP) republicou um vídeo da campanha eleitoral de 2022 em que Lula, durante um debate, afirma que nomear ministros do STF por amizade e partidarismo “não é democrático”.

Continua após a publicidade

Já o ex-procurador e ex-deputado Deltan Dallagnol (Novo), que teve a candidatura cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em maio, usou suas redes sociais para promover um abaixo-assinado do partido contra a indicação de Dino.

View this post on Instagram

A post shared by Deltan Dallagnol (@deltandallagnol)

Desde o início do mandato, Dino é um dos alvos prediletos dos parlamentares da oposição. Entre janeiro e novembro, o ministro recebeu 46 convocações de deputados do PL para audiências públicas, às quais faltou recorrentemente alegando falta de segurança e excesso de ataques por bolsonaristas. Na semana passada, Dino acertou com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), uma participação no plenário da Casa em 12 de dezembro.

A nomeação de Flávio Dino à cadeira no STF ainda depende da aprovação do Senado. Aliados de Jair Bolsonaro, como o deputado Mário Frias (PL-SP) e o vereador de São Paulo Fernando Holiday (PL), mobilizaram a militância nas redes para cobrar que os senadores barrem a indicação de Dino na sabatina, que ainda não tem data para ocorrer.

Continua após a publicidade

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.