Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

José Casado Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Por José Casado
Informação e análise
Continua após publicidade

Bolsonaro se meteu numa encrenca de alto custo político

Ele acendeu o pavio, com a insistência dar aumento de salários a policiais, segmento do eleitorado que o ajudou a se eleger

Por José Casado Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 31 mar 2022, 11h54 - Publicado em 31 mar 2022, 10h00

Jair Bolsonaro se meteu numa encrenca com a elite do funcionalismo público que avança, de maneira coordenada, no movimento grevista iniciado em dezembro pela Receita Federal.

Cresceu a pressão por aumentos salariais em todas as áreas do serviço público federal. No Banco Central e na Previdência Social paralisações estão previstas para esta semana. No BC anuncia-se interrupção nos serviços de pagamento por Pix a partir de amanhã.

Michel Temer foi o último presidente que enfrentou movimento similar nos efeitos negativos para a população. Ficou restrito a um segmento do setor privado, com caminhoneiros autônomos apoiados por empresas transportadoras, donas de 80% do movimento de carga rodoviária.

No setor público, desta vez, foi o próprio Bolsonaro que acendeu o pavio, com a insistência dar aumento de salários como prêmio a policiais, segmento do eleitorado que o ajudou a se eleger em 2018.

Continua após a publicidade

Decidir dar aumento a todos é problema. Não há dinheiro suficiente, são estreitos os limites da legislação eleitoral e não tem lógica para a sociedade que sustenta elevada carga tributária numa conjuntura de crise, perda de renda e inflação crescente.

Adiar a decisão também não resolve, indica a mobilização das categorias da elite profissional do serviço público.

Bolsonaro se meteu numa encrenca de alto custo político.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.