Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Em Cartaz

Por Raquel Carneiro Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Do cinema ao streaming, um blog com estreias, notícias e dicas de filmes que valem o ingresso – e alertas sobre os que não valem nem uma pipoca
Continua após publicidade

O que se sabe sobre a possível sequência de ‘O Diabo Veste Prada’

De acordo com o portal Deadline, filme está sendo desenvolvido na Disney com parte da equipe que primeiro levou a história para o cinema

Por Thiago Gelli 9 jul 2024, 15h53

Quase 20 anos após o lançamento de O Diabo Veste Prada, o estúdio Disney decidiu retomar a história no competitivo universo editorial nova-iorquino. De acordo com o portal Deadline, a roteirista do longa original, Aline Brosh McKenna, já foi contatada por executivos para escrever o roteiro da continuação, que lidará com as mudanças no setor midiático e na cultura da moda. Além dela, o diretor David Frankel está negociando seu retorno. Nenhum membro do elenco foi oficialmente confirmado na sequência ainda.

Qual a história de O Diabo Veste Prada 2?

O site Puck, contudo, deu força a rumores de que Meryl Streep e Emily Blunt já foram contratadas para a produção. Indicada ao Oscar pelo papel, Streep retornaria aos saltos altos de Miranda Priestly para representar a personagem já em fim de carreira, forçada a enfrentar o declínio de público e relevância de sua revista. Já sua antiga assistente, Emily, vivida por Blunt, teria crescido como executiva de uma empresa de luxo capaz de conceder o dinheiro necessário para manter a publicação viva. O retorno de Anne Hathaway ainda não foi apontado, mas a atriz demonstrou dúvida quanto ao potencial de uma continuação da história em 2022. “Acho que aquele filme veio de outra era. Tudo é tão digital, e a história gira em torno da produção de algo físico, muito diferente”, disse ao programa matinal The View.

No original, a jornalista Andy Sachs (Hathaway) era obrigada a trabalhar com jornalismo de moda antes de seguir suas reais ambições. A posição a forçava a lidar com a personalidade forte e a ética de trabalho impiedosa da chefe Miranda (Streep) e as exigências estéticas e psicológicas do ambiente alicerçado em aparências. Antes do filme, a história foi contada no livro homônimo de Lauren Weisberger e depois foi transformada em musical da Broadway. O estúdio Disney ainda não oficializou a decisão.

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.