Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Dúvidas Universais Por Duda Teixeira Os fatos internacionais que desafiam a lógica e o bom-senso explicados de maneira clara e atraente. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Por que os iranianos não usam gravata?

      No Irã, quem aparece de gravata é considerado vendido ao imperialismo ocidental. Pode ser o modelo de laço ou o tradicional, não importa. Quem veste uma acaba sendo mal visto, assim como quem usa camisa de manga curta. Diplomatas, funcionários públicos e cidadãos que apoiam o regime dos aiatolás xiitas nunca as usam. Nem sempre foi assim. […]

Por Duda Teixeira Atualizado em 30 jul 2020, 23h39 - Publicado em 27 jan 2016, 13h04

 

Continua após a publicidade
Reunião com iranianos na sede da Agência Internacional de Energia Atômica

ENCONTRE O IRANIANO De gravata laranja, o diretor geral da Agência Internacional de Energia Atômica, o japonês Yukiya Amano. Ao centro, sem gravata, o vice-presidente iraniano Ali Akhbar Salehi, na assinatura do acordo nuclear, em Viena, julho de 2015. Crédito AIEA

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

No Irã, quem aparece de gravata é considerado vendido ao imperialismo ocidental. Pode ser o modelo de laço ou o tradicional, não importa. Quem veste uma acaba sendo mal visto, assim como quem usa camisa de manga curta. Diplomatas, funcionários públicos e cidadãos que apoiam o regime dos aiatolás xiitas nunca as usam.

Nem sempre foi assim. O xá Reza Pahlevi usava gravata, assim como oficiais das forças armadas, empresários e políticos. Quando, em 1979, o aiatolá Ruhollah Khomeini comandou a Revolução Islâmica que expulsou o xá e instalou uma teocracia, muitos de seus aliados usavam gravata, incluindo alguns membros do seu gabinete. À medida em que o novo governo endureceu e começou a perseguir adversários, as pessoas começaram a ficar com medo e mudaram de comportamento. Mais tarde, a venda do acessório foi proibida por ser considerado um símbolo da decadência ocidental.

“Depois de 1979, aqueles que apoiavam o regime passaram a evitar a gravata. Mas é claro que hoje, para a maioria da população, isso é balela ou estupidez“, diz o arquiteto brasileiro Flavio Rassekh, da ONG United4Iran e filho de iranianos.

Quando ainda era presidente do Irã, em 2014, Mahmoud Ahmadinejad (que nunca usou gravata) disse que a proibição à gravata era balela. Levou um baita puxão de orelha do aiatolá Ahmad Khatami. “Eu digo a ele que muitos religiosos acreditam que gravatas não devem ser usadas. O próprio líder supremo (o aiatolá Ali Khamenei) publicou um decreto religioso dizendo que gravatas não são permitidas”.

 

Continua após a publicidade

Siga o Dúvidas Universais no Twitter e no Facebook.

 

Continua após a publicidade

OUTRAS DÚVIDAS UNIVERSAIS

Por que os terroristas do Estado Islâmico (Isis) executam gays, mas mantêm homossexuais em suas fileiras?

Por que Moisés demorou 40 anos para atravessar o Sinai, que só tem 200 km de largura?

Se o paraíso islâmico tem 72 virgens, que interesse teria nele uma mulher-bomba?

Os coreanos têm preferência por alguma raça de cachorro para comer?

Na política de filho único na China, que fim levavam os gêmeos?

Por que os japoneses pescam baleias, se não comem a sua carne? 

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês