Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Clarissa Oliveira Notas sobre política e economia. Análises, vídeos e informações exclusivas de bastidores

Barroso: ‘A falta de compostura de um chefe de Estado faz mal para o País”

Ministro do STF foi o entrevistado desta semana no Amarelas On Air; para ele, é preciso aguardar para ver se recuo de Bolsonaro é 'verdadeiro'

Por Clarissa Oliveira Atualizado em 12 jan 2022, 11h11 - Publicado em 28 set 2021, 06h00

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, afirmou que as manifestações de 7 de setembro, protagonizadas pelo presidente Jair Bolsonaro, serviram para sepultar o golpismo no País. Entrevistado da segunda edição do Amarelas On Air, programa de entrevistas de VEJA, Barroso disse que os atos foram um teste, no qual as instituições brasileiras saíram vitoriosas.

Barroso disse torcer para que o recuo protagonizado por Bolsonaro dias depois das manifestações “seja verdadeiro”. Ele citou a conversão de Constantino ao cristianismo no Império Romano, ao dizer que é preciso aguardar para ver se o recuo é real. “Ele (Constantino) se converteu ao cristianismo, mas continuou um perigoso sociopata. Matou o filho mais velho, decapitou o cunhado, ferveu a mulher. Portanto, é preciso esperar para ver se as conversões são realmente sinceras.”

Lembrado de declarações em que Bolsonaro o acusou de ser a favor de “pedofilia” em um voto sobre estupro de vulneráveis, Barroso disse ter sido alvo de uma “mentira” e afirmou ter optado por não responder a ataques pessoais. Mas esclareceu que não pensou em processar Bolsonaro por crime contra a honra por entender que o Congresso não endossaria uma ação penal contra o presidente.

“Mas eu acho e disse que a falta de compostura de um chefe de Estado faz mal para todo o País. Porque as pessoas começam a achar: ele é um líder, eleito com 58 milhões de votos, portanto, se ele usa um vocabulário chulo, se ele acha que pode ofender as pessoas, se ele acha que pode destilar ódio, muitas pessoas se impressionam com isso. E não por acaso a rede social tá inundada dessas pessoas desencontradas espiritualmente, devastadas pelo mal, destilando ódio por toda parte.”

Continua após a publicidade

Barroso foi entrevistado da segunda edição do Amarelas On Air. Liderado por esta colunista, o programa contou com a participação de Matheus Leitão, colunista de VEJA; Thaís Oyama, colunista do portal UOL; e Rodrigo de Almeida, jornalista e cientista político. O novo programa de entrevistas de VEJA vai ao ar sempre às segundas-feiras, em todos os canais digitais da revista.

Inscreva-se nos canais de VEJA nas redes sociais e fique por dentro de tudo sobre o novo programa.

YouTube: https://www.youtube.com/c/veja
Facebook: https://www.facebook.com/Veja/
Instagram: http://w…

Leia mais em: https://veja.abril.com.br/blog/clarissa-oliveira/luis-roberto-barroso-sera-entrevistado-no-amarelas-on-air/

 

Continua após a publicidade

Publicidade