Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

SpaceX lança voo de teste da Starship, mas foguete explode

Segunda tentativa de lançamento do sistema ocorreu do centro espacial Starbase, no sul do Texas

Por Alessandro Giannini Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 20 abr 2023, 11h23 - Publicado em 20 abr 2023, 10h49

Após uma tentativa de lançamento frustrada na segunda-feira, a SpaceX, empresa espacial de Elon Musk, realizou nesta quinta-feira, 20, um novo teste de voo do foguete Starship a partir do centro Starbase, nos Estados Unidos. Após alguns minutos de tensão, o sistema decolou às 10h35 e o processo foi transmitido pelo canal da empresa no YouTube. No entanto, o foguete explodiu pouco antes da separação dos módulos e entrar na fase suborbital.

Com menos de quatro minutos de voo, a espaçonave Starship (estágio superior) não conseguiu se separar do foguete  Super Heavy (estágio inferior), e o sistema foi visto virando de ponta cabeça antes de explodir. No entanto, os funcionários da SpaceX comemoraram a realização do lançamento e consideraram o processo bem-sucedido. Antes do lançamento, Musk, prevendo que pudessem haver contratempos, disse que podem ser necessárias várias tentativas para alcançar os objetivos projetados.

O sistema reutilizável formado pelo módulo da Starship (estágio superior) e pelo foguete de propulsão Super Heavy (estágio inferior) deveria fazer um voo suborbital. Para este teste, a equipe não teria resgate — os dois módulos seriam descartados.

No plano de voo previsto, a Starship voaria quase completamente ao redor da Terra, começando no Texas e mergulhando nas águas do Havaí. Cerca de oito minutos após a decolagem, o propulsor Super Heavy cairia no Golfo do México.

Continua após a publicidade
Público acompanha o lançamento da Starship do sul do Texas -
Público acompanha o lançamento da Starship do sul do Texas – (SpaceX/Divulgação)

O veículo Starship voaria a uma altitude de cerca de 240 quilômetros e viajaria ao redor da Terra antes de reentrar na atmosfera. Cerca de 90 minutos após o lançamento, cairia no Oceano Pacífico a cerca de 100 quilômetros ao norte da ilha havaiana de Kauai.

Com 120 metros de altura, 33 motores no módulo de propulsão e 6 na espaçonave, o foguete é o maior do mundo e foi projetado para levar humanos para a Lua e para Marte. Protótipos anteriores da Starship fizeram cinco voos subespaciais de até 10 quilômetros acima da Terra nos últimos anos, mas o propulsor Super Heavy nunca saiu do chão.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.