Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Principais dados sobre a Aids em 2010

Principais dados sobre a evolução da epidemia de Aids em 2010, segundo o relatório divulgado pela UNAIDS:

– TOTAL DE SOROPOSITIVOS: 34 milhões (32,9 milhões em 2009). Em 2001: 28,6 milhões.

– MORTES CAUSADAS PELA AIDS: 1,8 milhão (1,89 milhão em 2009). Em 2001: 1,85 milhão

– NOVAS INFECÇÔES: 2,67 milhões (2,72 milhões em 2009). Em 2001: 3,15 milhões

– NASCIMENTOS DE CRIANÇAS COM HIV: 390.000 (430.000 em 2009). Em 2001: 550.000.

ÁFRICA SUBSAARIANA: A região mais afetada pelo vírus. Prevalência de 5% entre adultos. Em 2010 foram 1,9 milhão de novas infecções. Total de soropositivos: 22,9 milhões (22,5 milhões em 2009).

CARIBE: Segunda prevalência mundial (0,9%) (Em 2001: 1%). Em 2010 havia 200.000 infectados, entre adultos e crianças (210.000 em 2001). 12.000 novos casos e 9.000 óbitos em 2010. As relações sexuais sem proteção são o principal modo de transmissão.

AMÉRICA LATINA: Prevalência de 0,4% (sem alteração desde 2001). Em 2010 eram 1,5 milhão de infectados (1,3 milhão em 2001). Em 2010 foram registrados 100.000 novos casos e 67.000 mortes por causas relacionadas com a Aids.

ÁSIA MERIDIONAL E DO SUDESTE: 4 milhões (4,1 milhões em 2009). 270.000 novos casos em 2010.

ÁSIA ORIENTAL: 790.000 (770.000). 88.000 novos casos em 2010.

AMÉRICA DO NORTE: 1,3 milhão de infectados. 58.000 novos casos em 2010.

EUROPA OCIDENTAL E CENTRAL: 840.000 soropositivos. 30.000 novos casos no ano passado.

ORIENTE MÉDIO E ÁFRICA DO NORTE: 470.000. Em 2010 foram registradas 59.000 novas infecções.

OCEANIA: 54.000 (3.300 casos novos em 2010).

– TRATAMENTO: 6,6 milhões de pessoas recebiam tratamento em 2009 em países de baixa e média renda (em 2008 os beneficiários eram 5,2 milhões).

– FINANCIAMENTO: 15 bilhões de dólares destinados em 2010 para a luta contra a Aids (15,9 bilhões em 2009).