Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Da cicuta à ricina, substâncias naturais são usadas como venenos há milênios

Além da ricina, uma série de outras plantas, bactérias e animais serve de fonte para a produção de potentes venenos

Nesta quarta-feira, uma carta contendo uma substância suspeita foi enviada ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Interceptada antes de chegar ao destinatário, os testes iniciais dizem que ela continha ricina, um potente veneno derivado da mamona. A substância é produzida facilmente e apenas 500 microgramas do veneno – porção do tamanho da cabeça de um alfinete – pode matar uma pessoa.

A mamona faz parte de uma grande lista de vegetais que produzem substâncias tóxicas, como a cicuta e nós-vómica, e são usadas há séculos pelo ser humano como armas que podem levar à morte de adversários. “O termo veneno é muito antigo, e está relacionado ao uso das toxinas, substâncias produzidas por plantas e animais, pelos homens”, diz Eduardo Mello de Capitiani, pesquisador do Centro de Controle de Intoxicações de Campinas, da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp.

Os venenos podem ser produzidos pelo ser humano e usados tanto para atacar animais, durante uma caçada, quanto outros homens, durante guerras. Seu uso é ancestral e, atualmente, estão disseminados pelo mundo, como no caso dos pesticidas. Uma das principais preocupações das autoridades de segurança é seu uso como agente de bioterrorismo, por seu potencial de atingir e matar rapidamente um grande número de pessoas. “No terrorismo internacional, geralmente as mortes em massa estão ligadas a gases tóxicos, tanto pela facilidade de produção dessas substâncias, quanto pelos sérios danos que elas causam”, diz Capitiani.