Clique e assine com até 92% de desconto

Site de VEJA atinge 35 milhões de usuários únicos em setembro

Cobertura das eleições presidenciais e nos estados é tema das vinte notícias mais lidas do mês

Por Daniel Bergamasco Atualizado em 4 out 2018, 14h42 - Publicado em 2 out 2018, 14h30

No mês em que completou cinquenta anos de história, VEJA alcançou recorde histórico de audiência em seu site. Foram 35 milhões de usuários únicos em setembro, de acordo com a medição da ferramenta Google Analytics, superando o melhor número até então, de abril deste ano (30,2 milhões).

A cobertura das eleições 2018 foi o maior destaque no período: esse é o tema dos vinte conteúdos mais acessados do período. A lista tem notícias urgentes – como a do ataque a Jair Bolsonaro, publicada pelo Radar -, reportagens aprofundadas – a exemplo da revelação de um processo no qual a ex-mulher do candidato do PSL fez uma série de denúncias contra ele -, conteúdos interativos – caso do teste “Que presidenciável sou eu?”, que registrou mais de 1,4 milhão de acessos desde o fim de agosto -, além de análises e notas de bastidores de colunistas como Ricardo Noblat, Dora Kramer e Augusto Nunes.

Ana Amélia, Eduardo Jorge, Hamilton Mourão e Paulo Rabello no encontro realizado com apoio do Facebook Antonio Milena/VEJA

VEJA promoveu também dois eventos de grande repercussão sobre a corrida presidencial. No dia 4, em parceria com o Facebook, reuniu quatro dos principais candidatos a vice – Ana Amélia (Geraldo Alckmin), Eduardo Jorge (Marina Silva), Hamilton Mourão (Jair Bolsonaro) e Paulo Rabello (Alvaro Dias) em um debate inédito, com mediação da colunista Lillian Witte Fibe.

No dia 19, jornalistas de VEJA entrevistaram diante da plateia, no Teatro Santander, em São Paulo, os presidenciáveis Marina Silva, Geraldo Alckmin, Henrique Meirelles, Alvaro Dias e João Amoedo no evento Amarelas ao Vivo.

A candidata à Presidência da República Marina Silva (Rede) é entrevistada por Augusto Nunes e Thais Oyama durante o fórum Amarelas ao Vivo Alexandre Schneider/VEJA

Os acessos via celular representaram 81,6% da audiência em setembro. Pensando nesse público, o site criou ainda um serviço de WhatsApp para distribuição de notícias e uma newsletter especial sobre eleições, distribuída nos fins de tarde.

Acompanhe aqui a cobertura completa de VEJA sobre as eleições 2018.

Continua após a publicidade
Publicidade