Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PRF divulga relatório com aumento no número de bloqueios

Internamente no Palácio do Planalto, a avaliação é a de que houve uma pulverização do movimento com a desobstrução de grandes trechos

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou na tarde deste sábado, 26, um relatório com a situação atual das estradas pelo país diante da greve dos caminhoneiros. O novo número, de 596 pontos ativos de bloqueio, é 14% maior do que o divulgado na noite anterior, apresentado em entrevista coletiva pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, de 519.

De acordo com a PRF e Jungmann, os bloqueios chegaram a 938 no auge na paralisação, na quinta-feira. A nova somatória entre pontos ativos e desbloqueados (544, segundo a Polícia) é de um total de 1.140 pontos pelo Brasil.

Internamente no Palácio do Planalto, auxiliares do presidente Michel Temer (MDB) consideram que o aumento no número dos bloqueios não reflete a atual situação da greve, uma vez que isso teria ocorrido pela pulverização dos manifestantes após a liberação de trechos centrais das rodovias. A prioridade para o governo é possibilitar corredores abertos para a passagem de mercadorias e serviços.

“Corredores para a circulação de cargas sensíveis, transporte de animais, gêneros alimentícios, equipamentos essenciais, combustíveis etc estão sendo mantidos pela PRF, além de prestação de apoio aos manifestantes durante as desmobilizações no intuito de garantir a segurança de todos os usuários das rodovias federais”, explica a corporação em nota.

Multas

Segundo o comunicado da PRF, ao todo foram aplicadas 379 multas em todo o Brasil, no valor de 1,7 milhão de reais. Os multados foram enquadrados no artigo 253 do Código de Trânsito, que é “usar qualquer veículo para, deliberadamente, interromper, a circulação na via”.

(Com Estadão Conteúdo)