Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Policial é morta em ataque à UPP do Alemão

Por Fábio Grellet

Rio, 23 – Uma policial militar foi morta durante um ataque de criminosos à Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Nova Brasília, no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio, na noite de ontem. Em outros dois pontos da comunidade houve confrontos entre policiais e bandidos, mas ninguém se feriu.

Os criminosos não foram identificados nem detidos, e não se sabe se a ação foi organizada por alguma facção criminosa. Ninguém havia sido preso e o Batalhão de Operações Especiais (Bope), da PM, tinha sido acionado para reforçar a segurança no complexo.

O ataque ocorreu por volta de 21h30, quando os criminosos dispararam vários tiros e lançaram uma granada contra a UPP Nova Brasília. A soldado Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, foi atingida por um tiro de fuzil 762. O projétil teria atravessado o colete à prova de balas que ela vestia. A PM foi socorrida e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Itararé, mas morreu.

Segundo colegas, Fabiana trabalhava como PM havia quatro meses. Os outros confrontos aconteceram na Pedra do Sapo e no Morro do Adeus, segundo moradores, mas não deixaram vítimas.

Uma idosa moradora do Morro do Adeus foi atingida por bala perdida, segundo moradores. Até as 23h, não havia notícia sobre o estado de saúde dessa suposta vítima. Em nota, a Coordenadoria das UPPs confirmou apenas o ataque à UPP Nova Brasília, resultando na morte da policial e na convocação dos policiais do Bope. “A sede administrativa e o contêiner de apoio foram alvejados”, afirma a nota.