Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

PF desarticula quadrilha de tráfico de mulheres em Belém (PA)

Grupo também era investigado por movimentar, somente no ano passado, 54 milhões de reais de forma ilícita

Por Da Redação 16 set 2015, 12h19

A Polícia Federal desarticulou nesta quarta-feira uma quadrilha especializada em tráfico de mulheres brasileiras para o exterior. O grupo agia em Belém do Pará e aliciava vítimas para prostituição principalmente na Guiana Francesa e no Suriname. Nove pessoas foram presas e cerca de 100 agentes cumprem ainda seis mandados de prisão preventiva, cinco de condução coercitiva e dez de busca e apreeensão. O bando possui dois hotéis na capital paraense que eram usados para abrigar as mulheres enquanto a documentação para o transporte das vítimas para o exterior era preparada. Uma das vítimas da quadrilha foi localizada em um garimpo no Suriname. Dependente de drogas, ela estava grávida e vivendo de forma precária.

A ação da quadrilha desarticulada pela Operação Raabe foi descoberta a partir de outra investigação, desta vez sobre um grupo que movimentou 54 milhões de reais de forma ilícita apenas em 2014. A quadrilha usava mulas para realizar a compra e venda ilegal de moeda estrangeira no Aeroporto Internacional de Belém e mantinha contato com doleiros das cidades de São Paulo (SP), Manaus (AM) e Macapá (AP). Parte do dinheiro rastreado pela Operação Check in 2 era usado para manter o esquema de tráfico humano.

Os criminosos responderão pelos crimes de tráfico de pessoas, organização criminosa, câmbio ilegal e lavagem de dinheiro.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade