Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

O Vaticano presta homenagem a Steve Jobs

Por Kimihiro Hoshino - 6 out 2011, 13h58

O jornal do Vaticano, L’Osservatore Romano, prestou homenagem nesta quinta-feira ao cofundador da Apple, Steve Jobs, “um visionário que uniu a tecnologia à arte”.

Em um editorial com o título “O talento do Mr. Apple”, o jornal do Vaticano reconhece que “Steve Jobs é um dos símbolos e protagonistas da revolução informática, que transformou a mentalidade e a cultura do mundo”.

“Não era nem um técnico nem um empresário. Também não era um design, nem um matemático. Pirata ou pioneiro? A última palavra terá a História. Por ora, o que resta são suas geniais criações”, concluiu o jornal.

O diretor da revista dos jesuítas italianos “Civilta’ Cattolica”, padre Antonio Spadaro, também recordou o célebre empresário, “que permitiu a entrada da tecnologia em nossa vida diária”.

Publicidade

“A maior contribuição que Steve Jobs nos deixou é a de sentir a tecnologia como algo que faz parte da vida de todos os dias. Deixou de ser um assunto apenas para técnicos”, comentou, por sua vez, a emissora do Vaticano, a Rádio Vaticano.

Publicidade