Clique e assine a partir de 9,90/mês

Igreja derruba 334 árvores para celebrar missa campal em Niterói

Secretaria municipal de Ambiente denunciou o desmatamento à delegacia de Proteção ao Meio Ambiente. Diocese foi multada em 10.000 reais

Por Da Redação - 17 jul 2013, 15h38

Autoridades de Niterói, na região metropolitana do Rio, denunciaram líderes da Diocese de São Sebastião pela derrubada de 334 árvores nas proximidades do Parque Estadual Serra da Tiririca, em Itaipu, na região Oceânica da cidade. As árvores, algumas centenárias, foram retiradas para a realização de uma missa campal durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

De acordo com o secretário municipal de Ambiente de Niterói, Daniel Marques, o decreto municipal 2602/2008 determina que a retirada e a poda de árvores sejam precedidas de autorização da secretaria. A igreja, no entanto, derrubou a vegetação em sua propriedade sem autorização.

“A igreja foi multada administrativamente em 10.000 mil reais. E assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), comprometendo-se a recuperar a área. Fizemos uma denúncia na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente”, afirmou Marques.

Leia também:

Continua após a publicidade

Paes pede trégua em protestos do Rio: ‘Papa não tem culpa’

Publicidade