Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem é linchado por engano em Araraquara (SP)

Mauro Muniz sofreu múltiplas fraturas e está internado em estado grave. Polícia aponta sete suspeitos pelas agressões

Um homem foi linchado e quase morreu ao ser confundido com o irmão domingo à noite em Araraquara, no interior paulista. O servente de pedreiro Mauro Rodrigo Muniz, de 37 anos, foi agredido por vizinhos e parentes de sua cunhada, segundo a Polícia Civil. A confusão começou depois que Luciano Muniz, irmão de Mauro, e a esposa Adriana brigaram. Após a discussão, ela se queixou do marido aos vizinhos, dizendo ter sido agredida. Os vizinhos saíram então à caça de Luciano, mas acabaram se deparando primeiro com Mauro.

Segundo o delegado Elton Hugo Negrini, da Delegacia de Investigações Gerais, pelo menos vinte pessoas participaram do linchamento. “Até agora nós temos o nome de sete suspeitos, mas, certamente, há mais gente envolvida”, afirmou. “Eles espancaram o rapaz principalmente no rosto e na cabeça, usando pedras, paus, socos e chutes.”

De acordo com o delegado, o linchamento continuou mesmo depois que as pessoas foram alertadas de que se tratava de Mauro e não do irmão, Luciano. A irmã de Mauro tentou avisar sobre o equívoco, mas acabou agredida. A polícia foi acionada e teve que conter a vizinhança para que a ambulância do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) pudesse realizar o resgate. Um inquérito foi aberto e as investigações apontam o crime como tentativa de homicídio.

Mauro está internado em estado grave na Santa Casa local e respira com ajuda de aparelhos. O homem sofreu múltiplas fraturas e ferimentos no queixo, maxilar e testa. A polícia espera que ele se recupere para que possa prestar depoimento. A família da vítima falou à polícia nesta segunda-feira e apontou alguns dos autores das agressões.

Leia também:

Mulher foi morta em área sem policiamento, diz prefeita

‘Ela pediu pelo amor de Deus para não morrer’, diz marido de mulher linchada