Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo quer mapear 400 municípios com áreas de risco

Por Rafael Moraes Moura

Brasília – O governo federal pretende realizar até o final deste ano o mapeamento de áreas de risco de deslizamento, enxurradas e inundações de 400 municípios brasileiros do Brasil inteiro, informou nesta quarta-feira o secretário de políticas e programas de pesquisa e desenvolvimento do Ministério da Ciência e Tecnologia, Carlos Nobre.

O objetivo do governo é concluir o trabalho até 2014. Segundo Nobre, pelo menos 800 municípios devem ser mapeados ao todo – a maioria está concentrada nas regiões sul e sudeste e no litoral do Nordeste.

“No primeiro momento, foram selecionados 251 municípios que tinham apresentado histórico de recorrentes desastres naturais com mortes. Agora expandimos esse critério para municípios que, além desses 251, apresentem sensível risco de desastres naturais”, explicou Nobre.

O trabalho de mapeamento envolve o deslocamento de equipes para as regiões mais suscetíveis a deslizamentos e enchentes, a partir da análise de imagens de satélite que avaliam a topografia. Os dados coletados ficarão armazenados no Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). Estão sendo mobilizados 50 geólogos do Serviço Geológico do Brasil. De acordo com Nobre, 76 municípios já foram mapeados até hoje.

Após reunião com a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, ficou acertado que os centros de monitoramento instalados nos Estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro seguirão em funcionamento nas regiões.