Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

De ‘tchau, querido’ a sátiras: as reações à cassação de Dallagnol

Perfil do governo federal ironizou PowerPoint apresentado pelo então procurador da Lava-Jato no dia da denúncia contra o Lula

Por Maiá Menezes
Atualizado em 17 Maio 2023, 16h29 - Publicado em 17 Maio 2023, 16h12

De condenado pela Lava-Jato a articulador político, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha reagiu nesta terça-feira, 16, com ironia à cassação do mandato do deputado federal Deltan Dallagnol (Podemos-PR). Nas redes sociais, o artífice do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff mandou o recado: “Tchau, querido”, numa referência ao livro que escreveu sobre o impedimento de Dilma — “Tchau, querida”.

A cassação do deputado colocou Cunha do mesmo lado dos petistas, que espalharam pelas redes sociais paródias do PowerPoint que o então procurador da Lava-Jato apresentou quando ofereceu a denúncia contra o então ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nela, o nome de Dellagnol aparece no meio, com várias setas com a palavra “cassação”. Até o perfil oficial do governo federal publicou uma imagem em que há um círculo escrito “137 dias de governo” e setas indicando projetos lançados pela gestão Lula.

Já o ex-vice-presidente de Jair Bolsonaro (PL), o senador Hamilton Mourão (Republicanos-RS) cobrou que o presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), interdite de forma “imediata” a decisão do Tribunal Superior Eleitoral sobre a cassação, que considerou “ilegítima”. Segundo ele, o país passa por uma “injustificável e interminável arbitrariedade neste momento difícil pelo qual passa o país”.  Mourão sustentou, em plenário, que a decisão dos ministros do TSE foi “encomendada pelo desejo de vingança nua e crua do próprio presidente da República”.  O senador afirmou ainda que há uma perseguição contra procuradores e magistrados da Lava-Jato.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.