Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Chega ao Brasil suspeito do “caso do açougueiro”

Por Da Redação - 6 out 2011, 16h16

Por AE

São Paulo – A Polícia Federal brasileira recebeu das autoridades chilenas, hoje, um brasileiro de 48 anos acusado de matar uma professora em Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul. O crime aconteceu em 1998 e ficou conhecido como o “caso do açougueiro”, profissão que o homem exercia na época. Além do homicídio, ele é acusado de destruição, ocultação e vilipêndio a cadáver.

Conforme informações da polícia chilena, E.R. foi preso em 2008 no Chile por ter incendiado a residência de uma mulher após uma briga. Com a troca de informações entre as polícias e procedimentos realizados por meio da Interpol, os agentes conseguiram investigar sua situação criminal no Brasil. A extradição foi solicitada pela Justiça Estadual. O acusado chegou a Porto Alegre escoltado por policiais federais e foi encaminhado para a Penitenciária de Santana do Livramento.

Publicidade