Clique e assine a partir de 9,90/mês

Carlos Bolsonaro posta imagem de ativista que simula tortura

Filho do presidenciável do PSL negou incentivar "alguma maldade" ao mostrar o trabalho de Ronaldo Creative com a frase que faz referência a pais de gays

Por Bruna Motta - Atualizado em 27 Sep 2018, 13h17 - Publicado em 26 Sep 2018, 17h47

Vereador no Rio, Carlos Bolsonaro (PSL), filho do candidato à presidência da República pelo PSL, postou no Instagram nesta quarta-feira 17, uma imagem que simula a tortura de um homem, que aparece com o rosto ensaguentado, envolto em um saco plástico. Ele traz pintada, no peito, a hastag #elenão, que tem sido usada nas redes sociais contra Jair Bolsonaro. A foto foi publicada originalmente pelo artista plástico Ronaldo Creative. Em seu perfil na mesma rede social, ele declara produzir arte como forma de protesto.

No post de Carlos Bolsonaro houve uma mudança em relação ao trabalho de Creative: sobre a imagem foi colocada a frase “Sobre pais que choram no banheiro”, que seria uma referência a pais de homossexuais. Na publicação, vereador atribuiu a foto ao perfil @direitapvh.

A iniciativa de Carlos Bolsonaro gerou muitas críticas na internet. Acusado de estimular a tortura, ele recorreu ao Twitter para dar sua versão para o episódio: “Novamente inventam como se eu tivesse divulgado uma foto dizendo que quem escreve a hashtag #elenao mereceria alguma maldade. Não, canalhas! Foi apenas a replicação da foto de alguém que considera isso uma arte. Me agradeçam por divulgar e não mintam como sempre!”, escreveu.

Publicidade