Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Querida Konbini’: o romance que bateu no nervo da solidão no Japão

Livro de Sayaka Murata vendeu 700 000 exemplares no país

 (//Divulgação)

(Tradução de Rita Kohl; Estação Liberdade; 152 páginas; 39 reais) Aos 36 anos, Keiko Furukura não tem nenhum relacionamento amoroso em vista e trabalha como caixa de uma konbini (loja de conveniência) em Tóquio. Amigos e familiares — sua irmã, sobretudo — não gostam de vê-la nessa situação aparentemente tão medíocre. Nas regras e limites comezinhos do estabelecimento, porém, Keiko parece encontrar alívio para impulsos antissociais que a assombram desde a infância. O romance breve de Sayaka Murata pode ter batido no nervo da solidão urbana no Japão: vendeu 700 000 exemplares no país.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s