Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rapper e escritor é atacado por ser homônimo de diretor demitido do BB

Delano Valentim: ele ficou sabendo da confusão em e-mail mandado por uma professora

 

Tão logo perdeu o cargo por causa do comercial que desagradou a Jair Bolsonaro, o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Delano Valentim (de Andrade) sumiu do mapa. Na volta das férias, deixará o emprego em silêncio e com uma bolada graças ao programa de desligamento de executivos da estatal. Já o homônimo Delano Valentim (da Silva), de 41 anos, foi localizado no universo virtual — e espinafrado por bolsonaristas. Valentim, criado na Penha, no Rio, é um cronista do subúrbio, que retrata em raps, no romance Todo Mundo É Jhow! e no documentário Hoje É Dia de Baile. De Portugal, ele falou a VEJA.

Como ficou sabendo da confusão com seu homônimo? Uma ex-professora mandou um e-mail contando que estavam me confundindo com o tal Delano do Banco do Brasil. Um site publicou que o provável motivo da saída dele teria sido um post sobre a família Bolsonaro. Mas sou eu o autor do post.

O que dizia o seu post? Falava de uma reunião em que um dos filhos do presidente abordou a mudança da embaixada de Tel-­Aviv para Jerusalém.

Seu nome ficou visado nas redes sociais? Sim. Já antes de a professora me escrever, eu tinha percebido uma confusão. Recebi mensagens no meu blog e Facebook dizendo coisas como “esse aqui é o diretor do Banco do Brasil?”. Mas eu me mudei para Portugal há um mês, e estava afastado das redes sociais.

O que você soube sobre o comercial vetado? Ouvi que o presidente tinha proibido. Depois, soube que o comercial tinha a ver com diversidade. Acho que as pessoas pensaram que eu fosse o responsável pela campanha por ser negro e rapper.

Publicado em VEJA de 8 de maio de 2019, edição nº 2633

Envie sua mensagem para a seção de cartas de VEJA Qual a sua opinião sobre o tema deste artigo? Se deseja ter seu comentário publicado na edição semanal de VEJA, escreva para veja@abril.com.br
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. André Liberdade de Expressão é meu direito CF Art Quinto

    Bolsominions e olavetes são tão ignorantes quanto os mortadelas do marxismo. Ainda bem que existe uma Direita distante desses retardados, ela é de pensamento livre e racional, seja Conservador ou Liberal.

    Curtir