Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

O Futuro de The Closer Ainda Não Está Decidido

O anúncio feito pela TNT de que “The Closer” teria sua produção encerrada com a sétima temporada não determinou o fim da série como se poderia imaginar. O cancelamento da produção de maior sucesso do canal deixará um rombo financeiro muito grande para a TNT, que ainda não tem uma substituta com o mesmo nível […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 31 jul 2020, 13h03 - Publicado em 25 jan 2011, 15h28

Elenco de “The Closer” (Foto TNT/Arquivo)

O anúncio feito pela TNT de que “The Closer” teria sua produção encerrada com a sétima temporada não determinou o fim da série como se poderia imaginar.

O cancelamento da produção de maior sucesso do canal deixará um rombo financeiro muito grande para a TNT, que ainda não tem uma substituta com o mesmo nível de popularidade e conteúdo. Por isso mesmo, não é surpresa que estejam correndo pela imprensa americana rumores sobre uma possível spinoff de “The Closer”. A TNT ainda não se pronunciou oficialmente a respeito, no entanto, é muito provável que a série se transforme na mais nova franquia da TV a cabo.

Sabemos que esse tipo de rumor costuma servir para que os canais possam calcular o nível de receptividade do público para uma ideia. A spinoff seria uma das opções. A segunda seria a TNT continuar a produzir “The Closer” com a mesma proposta, personagens/atores e ambiente, mas com um novo personagem central. A imprensa americana sugere que Sharon (Mary McDonnell) seria a mais indicada para esta função, tanto para a spinoff quanto para a continuidade de “The Closer”.

O fim da série foi anunciado em dezembro de 2010, em função da decisão da atriz Kyra Sedgwick (Brenda Leigh) de não renovar seu contrato após a produção da sétima temporada. A notícia pegou os fãs de surpresa. Sem ter uma carreira significativa no cinema, Sedgwick parecia ter encontrado sua ‘casa’ na TV a cabo. Mas após sete temporadas e cinco indicações ao prêmio Emmy, tendo ganho a estatueta em 2010, Kyra decidiu que era chegada a hora de seguir em frente.

Apesar da produção de spinoffs ser algo comum na TV americana, não é uma decisão fácil de ser tomada. No caso de “The Closer”, é o carisma da atriz/personagem que dá o tom da série. Auxiliada pelos personagens que a rodeiam, Brenda é “The Closer”.

Ao se produzir uma spinoff com outra personagem, mesmo sendo alguém que já faz parte do elenco, a TNT teria que começar tudo de novo, oferecendo outro universo e personagens e torcer para que o público aceite a nova série, como ocorre com qualquer produção que estreia na TV. Sabemos que isso nem sempre ocorre. Na verdade, embora não seja raro, não é comum uma spinoff fazer mais ou igual sucesso que a produção da qual se originou.

Por outro lado, se a TNT de fato decidir dar continuidade a “The Closer”, mantendo o mesmo universo e proposta, terá mais chances de manter a audiência que, além de continuar navegando pelo mesmo ambiente, ainda terá a compensação de acompanhar os personagens coadjuvantes que já conhece. Fora isso, sempre existirá a chance de esperar pelo retorno de Brenda em participação especial visitando a ‘boa e velha casa’.

Continua após a publicidade
Publicidade