Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Política com Ciência Por Sérgio Praça A partir do que há de mais novo na Ciência Política, este blog do professor e pesquisador da FGV-RJ analisa as principais notícias da política brasileira. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Notas sobre as manifestações (e Miguel Nicolelis)

É muito mais fácil manifestar-se contra algo do que a favor de uma solução. Um inimigo comum aproxima as pessoas. Começar algo novo requer ação coletiva concertada, deliberação mais ou menos bem informada – enfim, informação política sofisticada. Nenhuma manifestação massiva – pró ou a favor de qualquer governo – é capaz disso. Nem deveria […]

Por Sérgio Praça Atualizado em 30 jul 2020, 23h17 - Publicado em 13 mar 2016, 15h13

É muito mais fácil manifestar-se contra algo do que a favor de uma solução. Um inimigo comum aproxima as pessoas. Começar algo novo requer ação coletiva concertada, deliberação mais ou menos bem informada – enfim, informação política sofisticada. Nenhuma manifestação massiva – pró ou a favor de qualquer governo – é capaz disso. Nem deveria ser.

***

Continua após a publicidade

Santificar o juiz Sérgio Moro, imprimir sua foto em camisetas em cartazes, é bobagem. A Justiça não deve ser personalizada.

***

Continua após a publicidade

O PMDB continuar no governo Dilma depois de hoje é bastante improvável.

***

Continua após a publicidade

O PMDB está implicado até as entranhas na Lava Jato, assim como PT e PP. O PSDB bem menos, embora também haja motivo para investigações. Por que tanta indignação especificamente contra o PT? Bom, é o partido com a presidência. É o partido responsável pela crise econômica mais grave desde os anos oitenta. Alguns de seus escândalos de corrupção são mais fáceis de entender do que os dos outros partidos. Mas é a clareza de responsabilidade da presidente sobre a economia que torna a indignação muito mais forte contra o PT.

***

Continua após a publicidade

Concordo com Carlos Pereira: pouquíssima gente irá defender publicamente o governo petista. O PT perdeu as ruas.

***

Continua após a publicidade

O cientista Miguel Nicolelis afirmou, em seu twitter, que denunciaria em Harvard, Yale e Georgetown a “tentativa de golpe no Brasil”. Nicolelis recebeu financiamento polpudo do governo federal para a criação de seu Instituto do Cérebro no Rio Grande do Norte. Está enroladíssimo com o Tribunal de Contas da União. Golpe mesmo, Miguel, é aproveitar-se de relações políticas e de recursos públicos sem prestar as devidas contas.

(Entre em contato pelo meu site pessoal, Facebook e Twitter)

Continua após a publicidade
Publicidade