Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Serra sugeriu a Temer audiência com Hillary

O chanceler orientou o presidente se reunir com a então candidata do Partido Democrata durante as eleições americanas

Por Gabriel Mascarenhas 23 jan 2017, 06h31

Por muito pouco José Serra não jogou seu chefe numa roubada. Ou melhor, de certa forma botou, ao dizer em junho que a vitória de Donald Trump não poderia acontecer.

Mas esse não foi o único movimento mal calculado de Serra.

O chanceler sugeriu a Michel Temer uma agenda com Hillary Clinton em setembro, durante a campanha americana, quando o presidente foi a Nova York. Temer desistiu da ideia em cima da hora.

 

Continua após a publicidade
Publicidade