Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sem festa, Oktoberfest de Blumenau lança campanha de retomada econômica

Cerca de 240 milhões de reais deixaram de circular na cidade catarinense.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 5 out 2020, 11h49 - Publicado em 5 out 2020, 18h32

O cancelamento de eventos em função da pandemia de Covid-19 tem refletido situações catastróficas nas economias das cidades que promovem grandes eventos. Em Blumenau (SC), os organizadores da Oktoberfest resolveram promover uma série de ações de estímulo à retomada da economia local.

As ações, que serão promovidas durante o período em que a festa aconteceria, de 7 a 25 de outubro, incluem decoração de bares e restaurantes, que ofertarão pratos típicos e criarão promoções. A organização também transmitirá uma live no dia em que a festa encerraria, 25 de outubro.

Outro setor fortemente atingido pelo cancelamento é o de trajes típicos. Diversos estabelecimentos contam com a Oktoberfest como grande fomentadora da receita anual. Por isso, será lançada uma campanha de incentivo à compra de trajes típicos para a edição de 2021.

O mote “Tradição em superar desafios” remete à história. Criada em 1984 após duas grandes enchentes (1983 e 1984), a Oktoberfest significou a superação dos moradores que reconstruíram a cidade de Blumenau.

Sem a festa, cerca de 240 milhões de reais deixaram de circular na cidade e seis mil empregados temporários não foram gerados.

A ação é da prefeitura de Blumenau e do Parque Vila Germânica, com o patrocínio de Cerveja Blumenau, Empório Vila Germânica e Olho Embutidos e Defumados.

Continua após a publicidade
Publicidade