Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PSOL pede CPI para investigar máfia dos transportes

Investigação aponta desvio de ao menos R$ 260 milhões

Por Ernesto Neves Atualizado em 4 jul 2017, 15h36 - Publicado em 4 jul 2017, 14h37

A bancada do PSOL na Câmara Municipal do Rio acaba de pedir para que seja instaurada uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar a relação entre as empresas e concessionárias de ônibus no município e o poder público.

Assinam o requerimento os vereadores Tarcísio Motta, Paulo Pinheiro, Renato Cinco, Marielle Franco, Leonel Brizola e David Miranda.

O pedido acontece um dia depois da deflagração da Operação Ponto Final, um desdobramento da Lava-Jato que investiga esquemas de corrupção no sistema de transporte público do Rio.

No total, o MPF afirma que foram movimentados ao menos R$ 260 milhões em propina. 

Entre os presos estão o empresário Jacob Barata Filho, o ex-presidente do Detro, Rogério Onofre, e o presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros (Fetranspor), Lélis Teixeira.

Continua após a publicidade
Publicidade