Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Pesquisa quer mapear o mercado brasileiro de música independente

Associação Brasileira de Música Independente vai coletar informações por dois meses

Por Mariana Muniz - Atualizado em 8 jul 2020, 16h40 - Publicado em 8 jul 2020, 16h32

A Associação Brasileira de Música Independente (ABMI), entidade que atua com objetivo de integrar o mercado brasileiro ao mercado mundial de música gravada, acaba de iniciar uma pesquisa para mapear o setor da música independente no país.

As informações serão coletadas por dois meses, em duas frentes: uma avaliação dos dados das principais plataformas de streaming, referentes a 2019, e entrevistas com 80 empresas.

Com o estudo, a ABMI busca dados como a participação da música independente no market share nacional, números de empregos gerados pelo setor, quantidade anual de lançamentos e diversidade de gênero, além da avaliação de tendências de mercado.

O estudo será coordenado pelo músico, economista e pesquisador Léo Morel e contará com a participação das empresas Chartmetric e LV Pesquisa. A iniciativa tem o apoio da WIN e da Merlin.

Continua após a publicidade
Publicidade