Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Muy amigo

Se o governo imaginava que teria problemas com os peemedebistas Renan Calheiros e Henrique Eduardo Alves à frente do Congresso, ontem a bomba partiu do companheiro André Vargas, que ocupa a presidência da Câmara enquanto Henrique Alves estiver nos EUA. A decisão de Vargas de colocar em pauta a PEC 111 (determina o enquadramento de […]

Surpresa desagradável

Se o governo imaginava que teria problemas com os peemedebistas Renan Calheiros e Henrique Eduardo Alves à frente do Congresso, ontem a bomba partiu do companheiro André Vargas, que ocupa a presidência da Câmara enquanto Henrique Alves estiver nos EUA.

A decisão de Vargas de colocar em pauta a PEC 111 (determina o enquadramento de servidores dos ex-territórios do Amapá e de Roraima e gera gastos para o governo) revoltou o Palácio do Planalto. A proposta ainda estava sendo discutida com o Executivo, mas Vargas preferiu ignorar esse detalhe e surpreender Ideli Salvatti, Miriam Belchior e companhia.

Por sorte e falta de quórum, o projeto não foi aprovado. No primeiro dia como presidente em exercício da Câmara, Vargas já indicou que dará bem mais trabalho do que o Planalto esperava.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s