Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Moro vai debater corrupção com Nelson Jobim e doleiros da Lava-Jato

Instituto de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo vai reunir especialistas de diferentes países

Por Robson Bonin Atualizado em 15 jun 2021, 11h24 - Publicado em 15 jun 2021, 08h20

A 3ª edição do Congresso de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento ao Terrorismo, que começa nesta quarta, reunirá personagens de todos os lados da crônica policial que cerca a corrupção no país.

O ex-juiz da Lava-Jato Sergio Moro, o ex-ministro presidente do STF Nelson Jobim, falarão do tema com a autoridade de quem já esteve no front, no combate ao crime. Já os ex-doleiros condenados na Lava-Jato — que já cumpriram suas penas –, Cláudio Barboza e Vinicius Claret falarão de grandes esquemas de lavagem de dinheiro e falhas na gestão de compliance.

O evento é promovido pelo (respire fundo) Instituto de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo e tem o objetivo de disseminar o conhecimento na área. Grandes especialistas no combate à corrupção já têm presenças confirmadas, tanto brasileiros quanto de países como Angola e Peru, além de membros de organizações internacionais.

LEIA TAMBÉM: Cabral usa caso de Lula para pedir anulação de ação conduzida por Moro

Além de Moro, Jobim e os ex-doleiros, o presidente do Gafilat e presidente do COAF, Ricardo Liáo, fará parte do Congresso. Liáo debaterá a estratégia do Gafilat e do Grupo de Egmont para enfrentar os novos desafios e riscos para as atividades de PLD-FT pós pandemia.

Entre as autoridades internacionais que participarão do evento estão Mariano Federeci, ex-presidente do grupo Egmont Sergio Espinosa, diretor da Unidade de Inteligência do Peru, Francisca Massango de Brito, diretora-geral da Unidade de Informação Financeira de Angola, e Edelfride Almeida, diretora da UIF de Cabo Verde. O evento contará ainda com a participação especial da vice-presidente do GAFI, Elisa Madrazo.

Continua após a publicidade
Publicidade