Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mais cobranças

Como era de se esperar, o plenário seis da Câmara está abarrotado: todos vidrados nas explicações de José Eduardo Cardozo sobre algumas brechas da Operação Porto Seguro, entre elas a razão para o sigilo telefônico de Rosemary Noronha não ter sido quebrado. Os mais precavidos levaram até ventiladores individuais. Mas passado o bombardeio dos parlamentares, […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 07h17 - Publicado em 4 dez 2012, 12h20

À espera da convocação

Como era de se esperar, o plenário seis da Câmara está abarrotado: todos vidrados nas explicações de José Eduardo Cardozo sobre algumas brechas da Operação Porto Seguro, entre elas a razão para o sigilo telefônico de Rosemary Noronha não ter sido quebrado.

Os mais precavidos levaram até ventiladores individuais. Mas passado o bombardeio dos parlamentares, Cardozo terá de se esquivar de outro problema: as cobranças dos cerca de quinze representantes do grupo de concursados da Polícia Federal que ainda não foram chamados. A ideia é abordá-lo ao final da sessão.

Publicidade