Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Governo libera dinheiro para manutenção da Cinemateca Brasileira

Órgão voltou ao controle federal na sexta, com direito à ação da Polícia Federal para apoiar retomada da chaves da instituição

Por Hugo Marques - Atualizado em 10 ago 2020, 08h47 - Publicado em 10 ago 2020, 08h25

Depois de assumir o controle sobre a Cinemateca Brasileira, na sexta, com direito à operação policial para obter as chaves da instituição, o governo de Jair Bolsonaro liberou verba para a assinatura de seis contratos de manutenção do órgão que fica em São Paulo, no valor de 2,8 milhões de reais.

A Cinemateca é a instituição responsável pela preservação da produção audiovisual. Criada em 1940, tem atividades em torno da divulgação e da restauração de seu acervo. São 250 rolos de filmes e mais de 1 milhão de documentos.

ASSINE VEJA

A nova Guerra Fria Na edição desta semana: como a disputa entre Estados Unidos e China pode ser vantajosa para o Brasil. E mais: ‘Estou vivendo o inferno’, diz Marcelo Odebrecht
Clique e Assine

O governo contratou empresas para cuidar da climatização e refrigeração do acervo, de combate a incêndios e proteção do patrimônio, controle de pragas urbanas, prestação de serviço de vigilância e abastecimento de água e energia elétrica.

Com o fechamento dos contratos, o governo sinaliza que não vai mais transferir a sede da Cinemateca. O governo trava uma disputa com a Fundação Roquette Pinto em torno da administração da Cinemateca.

Continua após a publicidade
Publicidade