Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Derrubando a canetada

Henrique Eduardo Alves mandou preparar a pauta da Câmara na semana que vem a partir de sua prioridade número zero: derrubar a decisão de Dilma Rousseff que obriga o Executivo a dar voz aos Conselhos populares (Leia mais aqui). O projeto de decreto legislativo que susta os efeitos da canetada de Dilma encabeça a lista […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 03h31 - Publicado em 10 jul 2014, 07h33
Alves: temor de quem conhece bem os colegas

Alves: prioridade estabelecida

Henrique Eduardo Alves mandou preparar a pauta da Câmara na semana que vem a partir de sua prioridade número zero: derrubar a decisão de Dilma Rousseff que obriga o Executivo a dar voz aos Conselhos populares (Leia mais aqui).

O projeto de decreto legislativo que susta os efeitos da canetada de Dilma encabeça a lista de itens do Plenário na terça-feira. Um inconveniente para a oposição: há uma Medida Provisória trancando a pauta.

Henrique Alves não quer nem saber. Assim que a MP for apreciada, ele dará início à votação do projeto de decreto legislativo.

E se não houver tempo de votar a MP? Nesse caso, Henrique Alves dará um drible: abrirá uma sessão extraordinária exclusivamente para votar o projeto-anti-conselhos populares.

Continua após a publicidade
Publicidade