Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Celso ouve PGR sobre depoimento de Bolsonaro

Investigação apura a suposta interferência do presidente na PF

Por Mariana Muniz Atualizado em 26 jun 2020, 18h26 - Publicado em 26 jun 2020, 18h18

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu que a Procuradoria-Geral da República se manifeste sobre a solicitação feita pela Policia Federal para que Jair Bolsonaro seja ouvido no inquérito que apura sua suposta interferência na corporação. O despacho foi encaminhado ao procurador-geral da República nesta sexta-feira.

Em despacho dirigido ao decano na sexta-feira passada, a delegada Cristiane Correa Machado informou ao relator que, com o “estágio avançado” das investigações que apuram as acusações de Sergio Moro sobre a interferência de Bolsonaro na Polícia Federal, seria necessário o depoimento do presidente nos próximos dias.

Embora tenha pedido a manifestação da PGR, quem vai decidir sobre como será o depoimento do presidente, se presencial ou por escrito, é Celso de Mello.

O inquérito em que Bolsonaro é investigado foi aberto após relatos do ex-ministro da Justiça sobre supostas tentativas do presidente de trocar o comando da PF. 

Continua após a publicidade
Publicidade