Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

EXCLUSIVO Bolsonaro e Skaf: um novo partido pede um novo casamento

O chefe da Fiesp, Paulo Skaf, atua ativamente na estruturação do partido de Bolsonaro

Por Robson Bonin - Atualizado em 18 nov 2019, 15h46 - Publicado em 15 nov 2019, 07h00

O novo partido de Jair Bolsonaro, Aliança Pelo Brasil, abriga uma parceria cada vez mais visível nos bastidores do Planalto. O chefe da Fiesp, Paulo Skaf, atua ativamente na estruturação do partido. Ele quer disputar o governo de São Paulo em 2022 com Bolsonaro no palanque — e também não descarta a prefeitura no ano que vem.

O “casamento” com o dirigente do Sistema S deu-se em outubro. Foi Skaf que se ofereceu a Bolsonaro para viabilizar o partido, algo que demanda dinheiro. O advogado Admar Gonzaga, por exemplo, tem contrato com a Fiesp, mas atua “pro bono” para Bolsonaro — há outras figuras da folha da Fiesp na mesma empreitada.

ATUALIZAÇÃO, 18/11/2019 — A assessoria da Fiesp nega, em nota ao Radar, que Admar Gonzaga tenha contrato com a entidade: “A Fiesp esclarece que o advogado Admar Gonzaga não tem, nem nunca teve, contrato com a entidade.”

Publicidade