Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Apoio evangélico

Silas Malafaia decidiu colocar o seu braço em Brasília, o deputado Sóstenes Cavalcante, para apoiar Eduardo Cunha à presidência da Câmara. Malafaia tomou a decisão após ler uma entrevista de Jean Wyllys para o Jornal O Dia, quando disse que a esquerda deveria se unir no apoio a Arlindo Chinaglia.

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 02h20 - Publicado em 14 jan 2015, 09h34
Malafaia vai comandar Marcha para Jesus em  abril

Se Wyllys vai de Chinaglia, Malafaia vai de Cunha

Silas Malafaia decidiu colocar o seu braço em Brasília, o deputado Sóstenes Cavalcante, para apoiar Eduardo Cunha à presidência da Câmara. Malafaia tomou a decisão após ler uma entrevista de Jean Wyllys para o Jornal O Dia, quando disse que a esquerda deveria se unir no apoio a Arlindo Chinaglia.

Publicidade