Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ambev reforma geladeiras e reduz emissão de toneladas de gás carbônico

Com transformação em versões 'ecológicas', equipamentos podem economizar até 50% no consumo de energia elétrica

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 24 ago 2021, 12h15 - Publicado em 24 ago 2021, 16h30

O programa da Ambev de transformação de geladeiras usadas em equipamentos ‘ecológicos’ acaba de atingir a marca de 465 mil aparelhos reformados.

Implantada em 2008, a iniciativa permite a redução da emissão de 33 mil toneladas de gás carbônico na atmosfera por ano, o equivalente a 198 mil árvores.

Por meio do projeto de economia circular, atualmente 70% das geladeiras de revendedores foram transformadas nos chamados eco coolers. A meta é que, até 2025, 100% de todas as geladeiras sejam transformadas em ecológicas, num total de 660 mil equipamentos.

Os eco coolers também geram economia. As geladeiras de resfriamento de cerveja quando transformadas em ecológicas apresentam uma economia de 46% no consumo de energia elétrica. Já os equipamentos de bebida não alcoólicas (como refrigerantes) representam 50% de redução no consumo energético.

Continua após a publicidade
Publicidade