Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gil, multado pelo governo

Artista na mira

Em breve, o Ministério da Cidadania, fruto da fusão dos ministérios do Desenvolvimento Social, Esporte e Cultura, comunicará ao cantor e compositor Gilberto Gil que foi lavrada contra ele uma multa no valor de R$ 3 milhões.

A multa tem a ver com recursos da Lei Rouanet, de incentivo à Cultura, obtidos por Gil. Por meio dela, empresas e pessoas físicas podem patrocinar espetáculos, shows e exposições, e abater o valor total ou parcial do apoio do Imposto de Renda.

Segundo confidenciou Omar Terra (PMDB-RS), ministro da Cidadania, a um amigo, o cantor e compositor Caetano Veloso também será multado e pela mesma razão. Foram encontradas irregularidades nas prestações de contas de Gil e de Caetano.

 

Atualização das 23h48m – Recebi a nota que segue do Ministério da Cidadania:

O Ministério da Cidadania pede o ressarcimento de R$ 1 milhão da Gege Produções Artísticas, devido à reprovação das contas do show, CD e DVD “Gil + 10”, realizado em 2010 com recursos obtidos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

As contas foram reprovadas pelo fato de a apresentação ter ocorrido em data anterior ao prazo delimitado para a sua execução, por não ter havido registro de distribuição de ingressos gratuitos e também pela falta de comprovação de que os preços previamente especificados para a venda dos CDs e DVDs foram respeitados.

A Gege Produções Artísticas já recorreu da decisão. Não há projetos ligados ao cantor e compositor Caetano Veloso no âmbito da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania.

Nova atualização: 31/05:
“Em resposta à nota intitulada “Gil, multado pelo governo”, escrita pelo colunista Ricardo Noblat e publicada na revista Veja, de 23 de maio de 2019, a produção de Caetano Veloso esclarece que não há nenhum projeto ligado ao artista no âmbito da Secretaria Especial de Cultura, órgão dentro do Ministério da Cidadania que atualmente engloba as atribuições do extinto Ministério da Cultura, motivo pelo qual não há irregularidades em prestações de contas por parte do compositor.”
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. José Raimundo Gama

    Essa notícia é só isso? falta muita informação a respeito. Parece fofoca…

    Curtir

  2. jose monteiro

    Porque será que esses pseudo artistas tanto gostam da Rouanet ?? Formadores de opinião, deveriam ter vergonha de contar mentiras esquerdistas.

    Curtir

  3. Pedro Coutinho

    É a tal Lei Rouanet, que mamata!! É por essas e outras que Bolsonaro é tão criticado. Pra quem sabe ler um pingo é letra.

    Curtir