Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Táticas de guerra para sobreviver a um voo longo

Você tem calafrios só de pensar em sentar numa poltrona de econômica por mais de dez horas? E fica adiando aquela ida ao Japão só de imaginar mais de um dia socado dentro de um avião? Pois é, você não está sozinho. Mas não pense que uma viagem longa de avião é necessariamente uma tortura. […]

aviao3

Você tem calafrios só de pensar em sentar numa poltrona de econômica por mais de dez horas? E fica adiando aquela ida ao Japão só de imaginar mais de um dia socado dentro de um avião?

Pois é, você não está sozinho. Mas não pense que uma viagem longa de avião é necessariamente uma tortura. Alguns pequenos detalhes podem ajudar a amenizar os transtornos causados por horas e horas (e mais algumas horas) no ar.

Eu já sofri muito com viagens de longa duração. Não conseguia dormir, ficava irritada, via sete filmes até chegar ao meu destino e quando desembarcava dá pra imaginar o meu humor, né? Mas, aos poucos, fui criando algumas rotinas e aprendendo alguns truques que me ajudaram bastante.

E posso dizer? Hoje fazer uma viagem longa de avião virou um momento de relaxamento para mim. É quando me desconecto de fato do mundo. Se bem que hoje em dia isso está ficando cada vez mais difícil porque grande parte das empresas aéreas já oferece wifi a bordo (o que eu sou totalmente contra, hahaha).

E você? Quais são suas táticas de guerra para sobreviver a um voo transatlântico? As minhas eu conto aqui pra vocês. Espero que sejam úteis na sua próxima viagem 😉

thumb_IMG_9786_1024

 > Faça seu check-in online

Bom, esta eu sou suspeita, porque tenho um sério problema e sempre quero ser a primeira pessoa a fazer o check-in online (minha alegria quando consigo a sequência 001 é indescritível). Mas maluquices minhas à parte, esta é uma dica super importante para quem quer pegar um bom lugar num voo longo. Quanto mais gente tiver feito o check-in, menor sua chance de conseguir aquela janela ou saída de emergência. Então, junte-se a mim e corra! A maioria das empresas aéreas hoje oferecem esta possibilidade ou no site ou em aplicativos. E se você quer ser ainda mais profissional ao escolher seu lugar, consulte o site SeatGuru. Basta colocar os dados do seu voo e ele mostra o tipo de aeronave e indica os melhores e piores assentos.

> Use roupas adequadas

Me dá nervoso ver aquele povo que vai pro avião de salto fino, calça apertada ou camiseta regata. Foi-se o tempo que andar de avião era um evento, né? Para não passar frio ou correr o risco de o sapato não caber no seu pé inchado na hora de desembarcar, use sempre roupas e calçados confortáveis. Eu ainda estou à procura da minha “roupa de avião perfeita”, mas estou perto de chegar lá. É legal sempre levar algumas camadas de blusas e casacos para por/tirar conforme a temperatura na cabine. O sapato é bom que seja larguinho e fácil de calçar. Eu sempre vou de capuz ou levo um gorro porque sinto muito frio em avião. E os tecidos mais molinhos são os ideias para as longas horas de voo.

laptop

> Leve seu próprio entretenimento

Quer coisa mais frustrante que sentar no seu assento apertadinho lá na fileira 46 e perceber que já assistiu os quatro filmes que estão à disposição no sistema de entretenimento do seu voo até a Holanda? Para evitar aborrecimentos, tenha sempre em seu celular, tablet ou computador alguns episódios das suas séries favoritas ou alguns filmes. Leve o livro que você está lendo e algumas revistas e pronto, nada de depender daquelas telas que muitas vezes não conseguimos nem distinguir os atores. Isso sem falar quando sua TV está quebrada e o voo lotado…

> Mantenha-se hidratado

Isso é super importante em voos longos. Ou tenha uma garrafa de água e peça para os comissários encherem para você ou não recuse quando eles passarem pelo corredor oferecendo líquidos. Sei que o correto é não beber álcool em voos porque ajuda na desidratação, mas eu sempre tomo um vinho para ajudar no soninho. Fora isso é bom sempre passar hidratante no corpo antes da viagem e, se não der durante o voo, assim que chegar ao seu destino.

breakfast

> Escolha a comida certa

Evite comidas gordurosas ou que possam te dar gases, pois a pressurização da cabine já fará isso naturalmente. Se você não quer o avião inteiro te olhando torto e os comissários jogando spray antiodor ao seu lado (sim, eu já presenciei uma cena destas :( ), evite alimentos como cebola, feijão, lentilha, repolho e outros que você saiba que não te fazem muito bem.

> Use suas milhas

Esta é para quem viaja com mais frequência e acumula milhas nas viagens. De uns tempos para cá, aprendi que fazer upgrades é a melhor maneira de gastar nossas milhas. Não custa perguntar no balcão se há disponibilidade para outra classe e muitas vezes as empresas oferecem promoções para quem quer fazer um upgrade. E a diferença não preciso nem comentar…

aviao4

> Peça um upgrade ou um lugar melhor

Diz o ditado que perguntar não ofende, certo? Então, seja simpático na hora de fazer seu check-in no aeroporto e, mesmo que não tenha muitas esperanças, pergunte se há uma possibilidade de upgrade ou mesmo de um lugar melhor. Eu sempre pergunto, sem exceção. Vai que sobrou aquela janela na saída de emergência que eu não consegui pegar quando fiz o check-in online? Na dúvida, arrisque. O máximo que pode acontecer é você continuar no mesmo lugar que está.

 

aviao1

> Leve pouca bagagem de mão

Uma das coisas que mais me estressam quando vou voar é saber se vou conseguir lugar para minha mala de mão nos compartimentos de bagagem. Por isso uso duas técnicas: levo o mínimo de bagagem de mão possível para não precisar de espaço e sempre tento embarcar o quanto antes (não, eu não faço fila duas horas antes de chamarem o embarque, apenas fico atenta para entrar assim que meu grupo é chamado!). Ou seja, para evitar estresse seu e dos demais passageiros, faça malas de mão de tamanho razoável e nada de um milhão de sacolinhas!

 

tablet

> Aproveite o tempo para por o trabalho ou a leitura em dia

Porque não usar aquele tempão que você vai ter sentado para limpar a sua caixa de emails? Ou terminar aquela apresentação que você precisa para o trabalho? Ou então ler aquele livro que há meses está na sua mesa de cabeceira… Faça com que o tempo de voo seja um tempo útil e você vai ver como o voo vai passar muito mais rápido!

 

> Tenha um kit de sobrevivência sempre à mão

Na minha necessaire de avião sempre tenho um máscara de dormir (minha vida mudou depois que passei a usar no avião), protetores de ouvido (também são uma mão na roda), hidratante (para as mãos e os lábios), produtos de higiene pessoal, meu remédio mágico para dormir (que não vou dar a receita porque não sou médica) e uma caneta. Além disso sempre levo na mala de mão meus fones de ouvido que reduzem ruído. Não, eles não são baratos, mas a diferença que faz conseguir ouvir ao que você está assistindo e não ter aquele zumbido constante de avião no ouvido valeram o investimento. O meu é da Bose e comprei em algum Duty Free que já não lembro mais qual foi 😕

> Se alongue durante o voo

Não vou aqui repetir aqueles vídeos com exercícios que sempre aparecem nos aviões, mas alongar é importante. Como a gente fica muito tempo parado numa posição das menos confortáveis é sempre bom dar uma levantada para esticar as pernas, fazer o sangue circular e alongar os músculos. Não precisa ficar fazendo tai chi na porta do banheiro, mas uma esticadinha aqui e outra ali ajudam.

> Não esqueça de levar uma echarpe

Esta dica eu já dei em algum post lá atrás, mas repito. Eu sou capaz de esquecer o passaporte em casa, mas levo minha echarpe pro avião (brincadeira, claro!). Ela pode servir de echarpe mesmo, de travesseiro, de coberta, para esconder o rosto e fugir da claridade, enfim, tem mil e uma utilidades 😉

relogio

> Coloque seu relógio no horário de seu local de destino

Esta dica faz mais diferença para as viagens realmente longas, em que a diferença de fuso é grande. Eu sempre tento “entrar no fuso” do país em que vou visitar já no avião. Então se estou indo para a China e no horário de lá é de manhã, tento já me manter acordada durante pelo menos boa parte do voo. Isso ajuda na hora da adaptação.

> Peça socorro para dormir

Se você não é como minha irmã, que dorme quando o avião ainda nem começou a taxiar, peça a um médico que te recomende algum remédio para dormir. Pode ser destes naturais mesmo, como valeriana, melatonina ou algo mais forte, se este for seu caso. Eu cansei de sofrer com isso até que descobri um remedinho que me resolve a vida. Com a minha tacinha de vinho então, às vezes até perco o café da manhã!

> Seja zen

Esta talvez seja a dica mais importante. Tente relaxar, respirar com calma e pensar na parte mais legal de viajar, no seu destino, enfim, foque-se no que realmente interessa. Mantenha uma atitude positiva. Sei que muitas vezes é difícil quando aquele bebê de colo está bem do seu lado e não para de berrar, mas coloque seu fone de ouvido bem alto, a máscara de dormir e tente abstrair, afinal você não vai ficar ali para sempre.

aviao2

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Tatiana Cunha

    É, Sonia, também já tive que pedir ajuda depois de quase sair no tapa com um francês grosseiro uma vez… Valeu pela participação 😉

    Curtir

  2. E…sente no corredor nas fileiras do meio! Vc pode sair quando quiser sem ter que incomodar ninguem e terá apenas 1 pra te incomodar…

    Curtir