Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marcinho VP e Marielle: a verdade sobre este boato

Não, a vereadora do PSOL assassinada não era casada com o traficante — nem foi eleita pelo Comando Vermelho

Uma série de fake news (notícias falsas) sobre Marielle Franco tem circulado pela internet desde o assassinato da vereadora do PSOL, na noite de quarta-feira, no Rio de Janeiro.

Entre as mais fortes, está o suposto casamento dela com o traficante Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, líder do Comando Vermelho, preso atualmente em Mossoró, no Rio Grande do Norte.

A “prova” seria a seguinte foto:

Imagem usada para ilustrar o boato

Imagem usada para ilustrar o boato (Reprodução/Reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A imagem acima é antiga e não mostra nem Marielle nem o traficante Marcinho VP. O registro mais antigo da imagem na internet é o de um fotolog de título chulo. Veja abaixo:

Reprodução da tela do fotolog que contém a imagem

Reprodução da tela do fotolog que contém a imagem (Fotolog/Reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marcinho VP vive atrás das grades há mais de duas décadas — atualmente em presídio federal de Mossoró. O homem na imagem acima também não é Márcio Amaro de Oliveira, outro traficante igualmente conhecido como Marcinho VP, assassinado em 2003, no Complexo de Bangu.

Marielle tem uma filha, mas não ficou grávida aos 16 anos, como diz outra fake news. E também não foi eleita pelo Comando Vermelho, boato que enganou até uma desembargadora do Rio. O post abaixo, portanto, é baseado em mentiras:

Post com inverdades sobre Marielle Franco

Post com inverdades sobre Marielle Franco (Reprodução/Reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Algum amigo ou familiar publicou esses boatos acreditando que eram notícias verdadeiras? Então, envie este texto a ele.

 

Agora você também pode colaborar com o Me Engana que Eu Posto no combate às notícias mentirosas da internet. Recebeu alguma informação que suspeita – ou tem certeza – ser falsa? Envie para o blog via WhatsApp, no número (11) 9 9967-9374.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Marco Aurelio

    Eita, não é ela?? Mas parece pra caramba!…

    Curtir

  2. Carlos Aurélio

    qUEM PAGOU POR 46.000?

    Curtir

  3. A mídia brasileira é uma piada. Estão distorcendo o significa do termo “F@keNews”. Enquanto nos EUA, esse termo se refere a grande mídia; aqui, os grandes produtores das “f@kenews” (Veja, Globo etc) se adiantaram e juram de pés juntos que tal termo não se refere às mentiras por eles espalhadas com ares de verdade, mas a boatos de internet que nem “news” (noticias) são. É a canalhice de quem deveria informar a população, mas prefere espalhar mentiras.

    Curtir

  4. Com certeza a imagem é dela mais nova. Mas baseado em que provas ,a Veja faz essa afirmação? Dizer que não é , que não foi , que não fez , que não é verdade , não prova nada. Matéria pequena , sem fundamentos e com trechos retirados de redes social. Eu pensei quando vi o título, que veria uma matéria fundamentada, com depoimentos e provas contundentes. Precisa de mais para desmentir o óbvio. Na própria rede social da Vereadora, existe posts de apoio a leis brandas para bandidos. Existe um vídeo em que o tal Marcinho dá uma entrevista explicando todo o esquema de eleição. Ela foi eleita pela comunidade, com apoio da facção. Nunca ouvi falar dela até esse momento. Os votos dela vieram da comunidade onde vivia. Mas a polícia sabe bem disso. O Povo é que não sabe!

    Curtir

  5. Nossa! A mídia lançou um guerra santa contra os inimigos dessa senhora. De uma hora pra outra parece que todo jornalista se tornou militante do PSOL. Ah, esquerdistas… tá difícil fingir imparcialidade. Não dá mais pra atuar 24 horas/dia. A máscara caiu. KKKK

    Curtir

  6. O mais engraçado é ver o engajamento dessa FakeNew nata a veja em defender essa FakeHeroína! Agora fico numa dúvida incrível, em quem acreditar… na FakeNews Veja ou nos boatos do Facebook.

    Curtir

  7. Queria ver esse engajamento para desfazer as mentiras que vcs lançam contra outros políticos!

    Curtir

  8. Fábio Machado

    Como pode toda a imprensa afirmar “que não é, não era, que é mentira”, se ainda nem se sabe quem a matou? Como podem afirmar com certeza que ela não tinha ligação com traficantes? Ela detonava a polícia e milicianos, o que é que sobra? Tenho certeza que se descobrirem algo que contradiz isto que a imprensa fala sobre ela, não irão nem mostrar…

    Curtir

  9. JOSE ROBERTO DE LIMA MACHADO

    Fui vítima!…mas vamos aguardar as investigações.Espero que seja divulgado tudo.

    Curtir

  10. Anselmo Fukuciro

    É tanta patrulha ideológica que retira a lucidez dos debates.
    Ela foi morta porque era mulher, LGBT, negra e favelada?

    Curtir