Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Eliminação da concorrência: Venezuela abate avião civil brasileiro que ‘transportava cocaína’

Semanas atrás, VEJA mostrou o relatório de um coronel boliviano segundo o qual o objetivo dos governos bolivarianos é expandir seu principal negócio: o tráfico de drogas. Germán Cardona Álvarez relatou a remessa de co­caí­na da Bolívia e do Peru para a Venezuela em aviões militares, “os quais, por serem oficiais de um Estado, não […]

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 31 jul 2020, 01h16 - Publicado em 29 Maio 2015, 00h24

Semanas atrás, VEJA mostrou o relatório de um coronel boliviano segundo o qual o objetivo dos governos bolivarianos é expandir seu principal negócio: o tráfico de drogas.

Germán Cardona Álvarez relatou a remessa de co­caí­na da Bolívia e do Peru para a Venezuela em aviões militares, “os quais, por serem oficiais de um Estado, não podem ser interceptados no espaço aéreo internacional”.

Agora, a Folha informa que caças F-16 da Força Aérea da Venezuela abateram no último fim de semana um avião civil que – segundo fontes oficiais, sempre suspeitas – transportava mais de 600 pacotes de cocaína, matando os dois homens a bordo, ambos brasileiros, após eles entrarem no espaço aéreo venezuelano sem permissão e se recusarem a pousar.

É nisso que dá não pertencer (ou não avisar) ao esquema pelo qual Hugo Chávez, Nicolás Maduro e Evo Morales pretendiam abrir uma porta direta para a entrada de cocaína na Europa.

Nos governos bolivarianos parceiros do PT, toda concorrência acaba eliminada.

Venezuela abate

Adiós, muchachos. (Quero ver Dilmãe emitir nota dessa vez)

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Continua após a publicidade
Publicidade