Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O direito de ampla defesa não inclui a licença para mentir

O jogo sujo dos bacharéis do Instituto Lula consolidou a certeza de que falta alguém em Curitiba

Os advogados de Lula destacados para combater a Lava Jato na frente curitibana são capazes de ver com nitidez assombros inacessíveis ao olhar dos seres normais. Eles conseguem enxergar, por exemplo, a luz da compaixão na face oculta de um degolador do Estado Islâmico. Ou traços de doçura e tolerância na alma de um black-bloc. Ou, ainda, a marca da clemência no coração de um estuprador compulsivo. Em contrapartida, não conseguem enxergar os limites da desfaçatez, nem a linha divisória onde acaba a veemência e começa a boçalidade. É natural que gente assim imagine que o direito de ampla defesa inclui a licença para mentir.

Heráclito Fontoura Sobral Pinto ensinou que o advogado é o primeiro juiz da causa. Se o cliente matou alguém, o doutor que o defende não pode negar a existência do homicídio — tampouco alegar que o autor do crime, ao atirar no peito da vítima, no fundo pretendia explodir a própria testa. O papel reservado a advogados éticos, explicou o grande jurista, é a apresentação de atenuantes que abrandem a pena e, caso tornem justificável o assassinato, livrem o cliente da prisão. Os que exterminam a verdade não são mais que rábulas dispostos a tudo para impedir que se faça justiça. A essa linhagem pertencem os doutores a serviço do ex-presidente metido (por enquanto) em cinco casos de polícia.

Ainda bem que Sobral Pinto não viveu para ver o Brasil degradado e envilecido por 13 anos de hegemonia do clube dos cafajestes. Certamente seria tratado como otário pela turma que se orienta nos tribunais pelo primeiro mandamento de todas as ramificações da imensa tribo dos canalhas: os fins justificam os meios. Manter Lula fora da gaiola é o fim que justifica mentiras, mistificações, chicanas, vigarices e todos os golpes abaixo da cintura do juiz Sérgio Moro. O vale-tudo repulsivo, tramado há poucas semanas num jantar que reuniu sacerdotes da seita que tem como único deus o celebrante de missas negras, tem sido escancarado nas audiências presididas pelo magistrado que personifica a Lava Jato.

Os bucaneiros escalados para o fuzilamento da lei, da ética, da moral e dos bons costumes interrompem falas dos representantes do Ministério Público, dirigem-se aos gritos a Moro e, a cada dois minutos, exigem a submissão do juiz às quatro palavras mágicas: direito de ampla defesa. Conversa fiada. O pelotão dos data vênia sonha com a voz de prisão por desacato à autoridade que até agora não ouviu. Nem ouvirá, avisa quem conhece o alvo das provocações. Desprovido de argumentos, desculpas, pretextos ou explicações minimamente aceitáveis, que amparassem ao menos a montagem de um simulacro de defesa, Lula merece a presidência de honra do Movimento dos Sem-Álibi.

Uma a uma, as invencionices foram demolidas por provas e evidências contundentes. Lula se fantasiou de perseguido político. Sítios e apartamentos o devolveram à condição de criminoso comum. Fez-se de vítima de rancores de Moro. Virou réu em vários processos por decisão de outros magistrados. Denunciou uma trama arquitetada para liquidar o PT. A maluquice ruiu com as baixas feitas pela Lava Jato no PMDB e com a entrada de políticos do PSDB no pântano do Petrolão. A adoção da estratégia do jogo sujo só serviu para consolidar a certeza de que falta alguém em Curitiba.

Quem age assim não merece o benefício da dúvida. Nem precisa de julgamento: no Brasil democrático, nenhum inocente jamais fugiu do juiz.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Danpiersean Craibrosnnery

    Mentiram desde sempre; por que parar agora?… Não são imorais; são amorais. Para eles vale tudo. Mas o sistema é auto-corrigível, e logo o balanço será restabelecido. Não tardará para que o maior cafajeste que já pseudo-governou e desgovernou o país desapareça de dena. Para sempre. De uma vez por todas.

    Curtir

  2. Adilson Nagamine

    Já imaginou o jararaca desembarcar em NEW YORK e ir direto pra cadeia.

    Curtir

  3. Valdeci Pinheiro de Lima

    Enquanto a OAB se finge de morta, os advogados fazem dos julgamentos palco teatral. Agem como canalhas em nome da defesa dos réus que sabidamente são bandidos. Claro, bandidos também tem direito a advogado, porém, jamais de atacar os juízes e procuradores coo método de defesa. Advogados se tornam mais bandidos do que aqueles bandidos as quais defendem. Evidente que isto tem que ter punição. O advogado não esta acima das leis e não é inimputável. Pelo próprio bem do direito, isto tem que ser coibido já, de forma urgente.

    Curtir

  4. Ricardo Andreucci

    O julgamento de lula já foi feito a tempo, pelo brasileiro decente que tem que trabalhar muito para pagar os pesados impostos, assistencia medica, escola, e outros. Ao contrario do apedeuta, nao sabe o que significa a palavra trabalho. O resultado do julgamento moral de lula é culpado e merece ser trancafiado na Papuda junto com seus cumpanheiros de quadrilha. Lula lá….na Papuda já.

    Curtir

  5. Juca Leiteiro

    Como a alma mais honesta do país, disputando a liderança de mais honesta do mundo e guardiã dos nossos cofres públicos, pode explicar que foi contratado para fazer palestras e atuar como comparsa de negócios de empresa participante de um mega quadrilhão mundial que admitiu ter corrompido governos de 12 países, com ideologias políticas similares às suas?

    Curtir

  6. Rui Telmo Fontoura Ferreira

    Prezados Senhores,
    Paz e Bem!
    01 – Parabéns pela coragem e a determinação em retratar esses fatos lamentáveis que, em nada contribuem para o “Estado de Direito”;
    02 – “Nenhum homem tem uma memória boa o suficiente para ser um mentiroso de sucesso!” (Abraham Lincoln)
    03 – Continue assim, em prol do jornalismo, da transparência e da verdade acima de tudo, pelo bem do Brasil.”
    Com os meus agradecimentos,
    RT

    Curtir

  7. housekeeping

    . . . e pensar que com tudo isso, ou se tudo isso não bastasse ou ainda se tudo isso não fosse suficiente pra deixar qualquer ser humano louco (da vida), esse homem ainda pode subir a rampa acompanhado de Dna.Marisa Leticia, mais, passear em pé no velho rolls royce em zig zag no gramado da esplanada dos ministérios sendo ovacionado ele e Dna. Marisa Leticia pelos que o elegram. Je suis Venezuela?

    Curtir