Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

1 minuto com Augusto Nunes: Lula substituiu a afilhada no papel de alvo principal do panelaço desta terça-feira

Os devotos da seita lulopetista vivem berrando que seu único deus é um intuitivo genial. Lula vem colecionando trapalhadas há muito tempo, mas mostrou nesta terça-feira que acredita na fantasia. Só isso pode explicar a presença do ex-presidente no programa de televisão do PT condenado desde sempre a um panelaço nacional. Dilma Rousseff, que erra […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 01h27 - Publicado em 7 Maio 2015, 15h56

http://videos.abril.com.br/veja/id/2630eb37821f4f064a64fb3bf8893272?

Os devotos da seita lulopetista vivem berrando que seu único deus é um intuitivo genial. Lula vem colecionando trapalhadas há muito tempo, mas mostrou nesta terça-feira que acredita na fantasia. Só isso pode explicar a presença do ex-presidente no programa de televisão do PT condenado desde sempre a um panelaço nacional. Dilma Rousseff, que erra todas, acertou ao ficar fora do desfile de mentiras transmitido para todo o país.

Lula, que se julga onisciente e onipotente, substituiu a afilhada no papel de alvo principal da barulhenta manifestação dos indignados. Ele sabe desde 2007, quando foi recepcionado no Maracanã por apupos unânimes da plateia que aguardava a abertura dos Jogos Panamericanos, que a primeira vaia fica para sempre na memória. Vai aprender agora que também o primeiro panelaço ninguém esquece.

Ao dar as caras na telinha, o palanque ambulante revelou que pertence à tribo dos que atravessam a rua para pisar na casca de banana que estava na calçada do lado de lá.

Continua após a publicidade

Publicidade