Blogs e Colunistas

quarta-feira, 1 de julho de 2015

13:53 \ Governo

Genro na Anac

Eunício: parceria com o governo traz dividendos

Eunício: parceria com o governo traz dividendos

Eunício Oliveira conseguiu emplacar o genro na diretoria da Anac.

Será o segundo que Eunício emprega nas agências reguladoras. Na Anvisa, está Ranato Porto, amigo da família Oliveira desde a adolescência.

Por Lauro Jardim
Share

terça-feira, 23 de junho de 2015

16:03 \ Brasil

Nova invasão

Frente da fazenda pichada

Frente da fazenda pichada

Empregados da Fazenda Santa Mônica, de Eunício Oliveira, estão deixando a propriedade com medo de que sem-terra invadam a sede.

No fim de semana, na noite em que Eunício casava a filha, sem-terra ocuparam novamente a propriedade, alegando que o Incra não havia cumprido o combinado em abril, quando eles se retiraram após a primeira invasão.

Por Lauro Jardim
Share

sábado, 13 de junho de 2015

7:04 \ Congresso

Cunha recua

Eduardo Cunha

Cunha previu derrota e desistiu

Eduardo Cunha bateu o martelo: não vai mais pautar o projeto de lei que permite a sua reeleição e a de Renan Calheiros para o comando da Câmara e do Senado.

Como Eunício Oliveira quer a vaga de Renan daqui a dois anos, Cunha concluiu que seria derrotado.

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 11 de junho de 2015

7:03 \ Congresso

O pacto de Eunício e Jucá

Eunício: pacto com Jucá

Eunício: pacto com Jucá

Eunício Oliveira e Romero Jucá fizeram um pacto visando ao longo prazo. Em troca do apoio a Eunício para a presidência do Senado em 2017, Jucá será o líder do PMDB.

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 4 de junho de 2015

17:29 \ Brasil

Dupla de ataque

Henrique: quem vai com ele?

Ministro empenhado contra o PP no Dnocs

Eunício Oliveira e Henrique Alves se uniram para tentar impedir que o PP faça a presidência do Dnocs, órgão disputado a tapa entre os políticos do Nordeste.

Por Lauro Jardim
Share

domingo, 31 de maio de 2015

6:01 \ Congresso

Os três mosqueteiros

senadores

Com agrados e promessas, o Planalto quer seduzir o trio

O governo aposta num trio de senadores do PMDB para tentar minar Renan Calheiros e mantê-lo no isolamento político. São eles: Eunício Oliveira, Jader Barbalho e Romero Jucá.

Eunício está cada dia mais próximo do governo, diante da promessa de apoio para a presidência do Senado em 2017. Jader é pai de ministro e está afinadíssimo com Michel Temer. Já Jucá até se disse independente, mas tem se posicionado contra o radicalismo de Renan e dia sim, dia não, atravessa a rua e vai despachar no Planalto ou na Vice-Presidência.

Por Lauro Jardim
Share

sexta-feira, 8 de maio de 2015

17:21 \ Congresso

Articulação para Fachin

blairo

Blairo: trabalhando por Fachin

A pedido do governo, Blairo Maggi tem trabalhado com afinco entre os senadores ruralistas pela aprovação de Luiz Edson Fachin para o STF. Há dias, Maggi tenta fazer a cabeça de Waldemir Moka.

Está quase lá.

A propósito, senadores que, em tese, deveriam se encrespar só de ouvir o nome de Luiz Edson Fachin, devido à sua defesa da reforma agrária, vêm cedendo aos poucos. Eunício Oliveira, que já teve fazenda ocupada pelo MST, também tem ajudado.

Nada como conseguir indicar o presidente do Banco do Nordeste (leia mais aqui).

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 30 de abril de 2015

11:23 \ Governo

Eunício versus Camilo

Eunício: agora foi a vez dele

Eunício: agora foi a vez dele

Camilo Santana articulou uma frente de seis governadores do Nordeste pra tentar vetar a ida do professor Marcos Holanda, da Universidade Federal do Ceará, para a presidência do Banco do Nordeste (BNB).

Mas prevaleceu a indicação de Eunício Oliveira e Holanda vai mesmo para o BNB.

Por Lauro Jardim
Share

segunda-feira, 27 de abril de 2015

10:32 \ Judiciário

Lewandowski em campanha

Lewandowski: apoio a Fachin

Lewandowski: apoio a Fachin

Ricardo Lewandowski tem telefonado para alguns senadores para pedir apoio a Luiz Edson Fachin. Em algumas conversas, tem percebido que a resistência a Fachin diminuiu bastante.

Um dos procurados por Lewandowski e que já esteve com Fachin foi Eunício Oliveira. A interlocutores, Eunício confessou ter ficado bem impressionado com o preparo de Fachin.

Por Lauro Jardim
Share

sexta-feira, 20 de março de 2015

8:23 \ Congresso

Convite a Eunício

Cid e Eunício: rivais

Cid e Eunício: rivais

Cid Gomes tinha razão ao achar que Eduardo Cunha queria humilhá-lo (leia mais aqui). Na quarta-feira de manhã, Cunha telefonou para Eunício Oliveira – cearense como o ex-ministro – horas antes de seu adversário Cid Gomes ir à tribuna explicar a frase sobre os achacadores.

Queria convidar o aliado para ficar na Mesa Diretora da Câmara, o que seria, no mínimo, inusitado, considerando que Eunício é senador.

Eunício até achou a ideia divertida, mas recusou o convite.

Por Lauro Jardim
Share

terça-feira, 3 de março de 2015

10:08 \ Brasil

Ajuda a Eunício

Eunício: conversa ao pé do ouvido com Dilma

Eunício: conversa ao pé do ouvido com Dilma

Dilma e Eunício Oliveira conversaram no jantar de ontem sobre a ocupação do MST na Agropecuária Santa Mônica, a fazenda do senador em Corumbá de Goiás. Nos últimos dias, os sem-terra fizeram barricadas impedindo o acesso à propriedade.

Dilma prometeu convocar Aloizio Mercadante e Patrus Ananias para resolver o impasse, que já dura quase sete meses e promete esquentar nos próximos dias: o TJ de Goiás negou um pedido do MST para evitar a reintegração de posse.

Por Lauro Jardim
Share

segunda-feira, 2 de março de 2015

17:23 \ Congresso

Vai dar namoro?

Serra quer conhecer melhor Eunício

Serra quer conhecer melhor Eunício

José Serra interrompeu uma conversa de Eunício Oliveira outro dia, no Senado. Disse Serra:

- Quero te conhecer melhor, me aproximar mais.

Os dois ficaram de marcar.

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

13:28 \ Congresso

Em quem vota Eunício

Eunício vota em Renan

Eunício vota em Renan

A propósito, Eunício Oliveira procurou Luiz Henrique e disse que, caso haja duas candidaturas do PMDB, o voto dele é de Renan Calheiros.

Por Lauro Jardim
Share

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

7:23 \ Brasil

Uma ideia lucrativa

Fazenda de Eunício está ocupada desde agosto

Fazenda de Eunício está ocupada desde agosto

Eunício Oliveira chegou a uma solução para o impasse em torno de sua fazenda em Goiás, ocupada desde agosto pelo MST.

O aspirante a ministro da Integração Nacional mudou de ideia e topou vender ao Incra a terra, uma área de 20 000 hectares, o equivalente a 20 000 campos de futebol.

Eunício defende que a fazenda é produtiva por ter plantio de soja e gado. Logo, o total estimado por ele considera o preço de terra com esse tipo de cultura: 180 milhões de reais. Técnicos do Incra acham o valor irreal, e o imóvel sequer foi periciado.

(Atualização: A Agropecuária Santa Mônica, de Eunício Oliveira, entrou  em contato para dizer que um laudo antigo do Incra diz que a terra é produtiva, mas que, apesar de Eunício estar aberto a vendê-la, não existe tratativa formal com o instituto. Procurado, o Incra defende a necessidade de uma nova vistoria para qualquer avaliação para compra ou desapropriação.)

Por Lauro Jardim
Share
7:22 \ Brasil

Incra interessado

Incra tem plano B

Incra tem plano B

A estratégia do Incra, que diz até hoje não ter sido procurado formalmente por Eunício Oliveira, é procurar outras terras na região da fazenda ocupada para assentar as famílias do MST.
Um edital público está aberto, convocando os interessados em vender suas terras, a procurar o instituto.
Por Lauro Jardim
Share

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

10:27 \ Governo

Nós queremos

Seu foco é na Integração Nacional

Seu foco é na Integração Nacional

Não bastasse historicamente ser um ministério que rende muitos votos no Nordeste (leia mais aqui), um detalhe no planejamento da Integração Nacional nos próximos quatro anos faz a pasta ser ainda mais cobiçada pela família Gomes e por Eunício Oliveira: a inauguração das obras de transposição do Rio São Francisco.

Quem estiver à frente do ministério na hora de cortar a faixa da obra acha que vai entrar para a história do Ceará e do Nordeste.

Por Lauro Jardim
Share

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

11:24 \ Congresso

Telefonema da paz

eunicio

Eunício: derrotado por petista no Ceará

Lula telefonou no domingo para Eunício Oliveira, que descansa das eleições em sua casa em Miami. Os dois conversaram sobre a composição de forças no Congresso, e Lula, é claro, solidarizou-se com o aliado. Eunício é peça-chave no equilíbrio de forças a favor de Dilma Rousseff no PMDB.

Por Lauro Jardim
Share

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Por todos os lados

Resolução 72 na pauta

Esperançoso com neutralidade de Dilma

Eunício Oliveira anda procurando quem pode para ajudá-lo a evitar que Dilma Rousseff entre na campanha do Ceará: já conversou com Michel Temer, Ideli Salvatti (sabe-se lá por que) e está para falar com Aloizio Mercadante.

De todos, ouve a sinalização de que as coisas continuarão como no primeiro turno, ou seja, sem Dilma na jogada estadual cearense, onde Eunício disputa o governo com o petista Camilo Santana.

E Lula? Eunício tem fé de que também se manterá distante…

Por Lauro Jardim
Share

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Está na mão

eunicio

Com Dilma

Dilma Rousseff continua mantendo distância do Ceará, onde seu fiel aliado Cid Gomes tenta reeleger o sucessor, o PT tem candidato próprio e o líder do PMDB, Eunício Oliveira, briga contra ambos.

Paralelamente, os três postulantes ao governo do estado sonham em atrair Dilma e Lula para suas campanhas.

Eunício não quer nem saber: mesmo em Brasília, não deixa esgotar da carteira os santinhos com sua foto ao lado de Dilma. A ansiedade é tenta que até Michel Temer recebeu do correligionário um dos panfletos.

Por Lauro Jardim
Share

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Pela não agressão

Disputa em alta temperatura

Disputa para ter Lula no palanque

Eunício Oliveira continua reiterando a disposição de apoiar Dilma Rousseff, mesmo após Cid Gomes oficializar o fechamento da aliança com o PT. A conta só não é tão simples quanto parece.

Agora, dificilmente Lula irá gravar para o programa do PMDB do Ceará, claro (leia mais aqui). Até aí, beleza, Eunício não chutará o balde. Se não há afagos, que não surjam ataques.

Eunício manterá a linha caso Lula não entre em campo, nem por ele nem por Cid. Mas, caso Lula, Dilma Rousseff e o PT comecem a esticar a corda e atacá-lo, Eunício não pensará duas vezes em abandonar o projeto de Dilma.

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Fora do Senado

Encontro com Aécio

Olho no plano nacional

Tasso Jereissati desistiu de sair candidato ao Senado na chapa de Eunício Oliveira (Leia mais em: Baixa cearense).

Embora o PSDB continue coligado com o PMDB no Ceará, Tasso, ainda cotado para ocupar a vice de Aécio Neves, prefere participar da campanha nacional do partido, e já avisou que não quer concorrer a uma cadeira no Congresso.

Resta saber se não voltará atrás quando Aécio anunciar quem será seu vice…

Por Lauro Jardim
Share

terça-feira, 24 de junho de 2014

Baixa cearense

Descartando convite

Colado no PSDB

No Ceará, outra baixa para Dilma Rousseff e o PT. Eunício Oliveira está 99,999% fechado com o PSDB, e Tasso Jereissati é o nome para sair candidato ao Senado na chapa encabeçada pelo peemedebista.

O plano só vai por água se Aécio Neves resolver entregar sua vice no colo de Tasso.

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Lula por Eunício

Apalavrado

Apalavrado

Lula continua trabalhando para conter rebeliões. Eunício Oliveira não confirma coisa alguma envolvendo o ex-presidente.

Ao fato: Lula tem falado com Eunício por telefone frequentemente e, no último contato, colocou-se à disposição para gravar um depoimento no programa de TV da campanha Eunício.

Resta saber se Lula cumprirá a promessa ou vai esquecer do que disse após a Convenção do PMDB, no dia 10, quando o partido decidirá se mantém a aliança com o PT.

Por Lauro Jardim
Share

terça-feira, 3 de junho de 2014

16:50 \ Governo

Apelo do dono do cofre

Guido agradece

Pedido a peemedebistas

O nível de preocupação do governo com a ameaça de votação da PEC dos Magistrados, projeto que cria uma bonificação por tempo de serviço, bateu na tampa. Hoje, Guido Mantega entrou no circuito.

Renan Calheiros, Eduardo Braga, Eunício Oliveira e Romero Jucá estiveram no Ministério da Fazenda na hora do almoço. Mantega reiterou o risco ao caixa do governo, caso a PEC seja aprovada, e pediu a cooperação da turma peemedebista para segurar a votação de todos os jeitos.

Agora, se Renan e companhia se sensibilizaram a ponto de pisar no freio são outros quinhentos.

Por Lauro Jardim
Share

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Com eles, não

Disputa

Disputa

Apesar da intervenção de Lula e do desejo de Dilma Rousseff, o clima entre Eunicio Oliveira e a turma de Cid Gomes continua para lá de pesado.

A prefeitura de Juazeiro do Norte decidiu homenagear Eunicio, Eduardo Campos e o presidente de Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Albuquerque, possível candidato de Cid Gomes para substituí-lo no governo estadual.

Eunicio e Campos confirmaram presença no evento, marcado para amanha à noite. Albuquerque, nem pensar: pediu para que fosse agendada outra data para receber a homenagem. Na certa, o clã Gomes torceria o nariz para as fotos do aliado com seus dois principais adversários.

Por Lauro Jardim
Share

terça-feira, 20 de maio de 2014

Nada feito

Disputa em alta temperatura

Disputa em alta temperatura

No encontro com a cúpula do PMDB do Senado, ontem, em São Paulo, Lula trabalhou para tentar desembrulhar o imbróglio eleitoral no Ceará, onde Eunício Oliveira e Cid Gomes disputam o apoio petista.

Eunício, em dado momento, foi objetivo. Colocou sua candidatura à disposição e disse que aceitaria desistir da disputa, com uma condição: Lula se comprometeria a anunciar no Ceará que Eunício havia saído do páreo a pedido dele, Lula.

Ninguém pegaria esse torpedo. Lula descartou a possibilidade.

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 8 de maio de 2014

8:23 \ Congresso

Ferraço versus Eunício

Fora da Infraestrutura

Incomodado com o correligionário

Ricardo Ferraço anda torcendo o nariz quando passa pelo correligionário Eunício de Oliveira. O motivo: Eunício ofereceu-lhe um lugar na CPI da Petrobras, mas na suplência. Ferraço não engoliu, e emenda:

- Eu quero ir para a CPI, mas para ser protagonista. Assim, como coadjuvante, não quero, obrigado.

Por Lauro Jardim
Share

terça-feira, 6 de maio de 2014

16:30 \ Partidos

Time da maioria

Descartando convite

Fechando os nomes

Eunício Oliveira está decidindo neste momento o time de sete senadores do bloco da maioria que vai entrar na CPI da Petrobras.

Eunício está convidando agora João Alberto, do PMDB do Maranhão, que deve topar. Estão certos como titulares Ciro Nogueira e Valdir Raupp.

A outra vaga fica entre Vital do Rêgo e Kátia Abreu. Clésio de Andrade ocupará uma das três cadeiras de suplência que cabem ao bloco. Romero Jucá e Ricardo Ferraço pediram para ficar de fora.

Por Lauro Jardim
Share

segunda-feira, 28 de abril de 2014

18:31 \ Congresso

O nome-bomba

Festa para 2 000 convidados em BH

Clésio: bomba nas mãos de Eunício

Até o momento, apenas um senador peemedebista pediu a Eunício Oliveira para integrar a CPI da Petrobras: Clésio Andrade.

Sem concorrer a nada neste ano, réu do mensalão mineiro e distante de qualquer compromisso com o governo, caso seja indicado a uma das cadeiras do PMDB, Clésio será uma bomba para o Palácio do Planalto. Cabe a Eunício a tarefa de armá-la ou não.

No PT, Humberto Costa tem ao menos uma certeza para compor as vagas que cabem ao partido na CPI. José Pimentel tem escalação praticamente certa.

Por Lauro Jardim
Share

terça-feira, 15 de abril de 2014

19:01 \ Congresso

Beija-mão no Plenário

Resolução 72 na pauta

Coletando assinaturas

Nome indicado pelo PMDB do Senado para o Tribunal de Contas da União (TCU), Bruno Dantas cumpriu hoje o ritual do beija-mão de seus padrinhos: passou parte da tarde cumprimentando senadores no Plenário.

Enquanto isso, Eunício Oliveira recolhia assinaturas de apoio ao nome de Dantas entre os colegas. Saiu com duas páginas repletas de rubricas.

Dantas, ex-integrante do Conselho Nacional de Justiça e do Conselho Nacional do Ministério Público, emergiu após a derrocada de Gim Argello, que foi rechaçado por colegas e pelos próprios ministros do TCU (Leia mais aqui).

Por Lauro Jardim
Share
 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados