Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

A primeira vez de Cleo

Acompanhe o 'VEJA Música' com a atriz e agora cantora Cleo

Por Da Redação Atualizado em 23 mar 2018, 12h46 - Publicado em 22 mar 2018, 20h26

Cleo abandonou o sobrenome da mãe, Glória Pires, na nova fase. Ela lança seu primeiro EP, Jungle Kid. Produzido por Guto Guerra, o álbum é composto por três músicas em inglês e duas em português.

“Sempre consegui escrever com mais facilidade em inglês. Fica muito mais musical”, diz ela. “É muito difícil escrever em português, algo que estou trabalhando, mas senti necessidade de trazer músicas na minha língua mãe.”

O álbum foi inspirado na infância da  agora também cantora. “É um álbum muito autobiográfico”, diz. As letras das músicas que compõem “Jungle Kid” têm um tom de superação, mas Cleo admite: “Eu fico muito vulnerável nas minhas letras”.

Marina Lima e Alanis Morissette são algumas de suas influências musicais. “O fato de a letra não ter compromisso com o erudito, como a métrica e a rima, é algo que sinto libertador”, afirma.

A entrevista ainda tem uma “palinha” de “Jungle”. “O ‘cabaço’ eu já tirei: cantar ao vivo para as pessoas”, brinca ela.

Continua após a publicidade

Publicidade