Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Toffoli aceita pedido e Maluf cumprirá prisão domiciliar

Deputado federal foi internado na madrugada desta quarta-feira. Defesa argumenta que a saúde do parlamentar é frágil

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 14h11 - Publicado em 28 mar 2018, 19h29

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta quarta-feira que o deputado federal afastado Paulo Maluf cumpra prisão domiciliar. Maluf, de 86 anos, foi internado nesta madrugada no Hospital Ortopédico e Medicina Especializada, em Brasília. Segundo boletim médico, ele estava com fortes dores na região lombar.

Na decisão, Toffoli encaminhou o caso para ser analisado pelo plenário da Corte, que ainda não tem data para acontecer. Cabe à presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, marcar a sessão.

Maluf cumpre pena no Complexo Penitenciário da Papuda desde dezembro do ano passado. Ele foi condenado a 7 anos 9 meses de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro, cometido enquanto era prefeito de São Paulo, entre 1993 e 1996.

  • Publicidade