Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Manifestações no Irã exigem a saída dos aiatolás do governo

Milhares de pessoas foram às ruas de Teerã, capital do Irã, protestar contra o governo dos aiatolás

Por Da Redação - 13 jan 2020, 20h11

As manifestações começaram depois de o governo iraniano ter assumido, no sábado, a responsabilidade pela queda do avião que matou 176 pessoas. O jato, que se dirigia a Kiev, na Ucrânia, foi abatido por um míssil assim que decolou do aeroporto da capital.

Em vídeos divulgados na Internet, pessoas rasgam imagens do general Qasem Soleimani, e pedem a renuncia do Líder Supremo, o aiatolá Ali Khamenei. Chegaram a pedir morte aos mentirosos se referindo regime iraniano que até então negava qualquer envolvimento no acidente.

Alguns manifestantes usaram as redes sociais para relatar incidentes e forte repressão contra os protestos, incluindo tiros disparados pelos policiais contra a multidão. A polícia desmentiu essa versão e alegou ter recebido ordens para não atirar contra os manifestantes

Publicidade