Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Giro Veja: Itália agradece Bolsonaro pela extradição de Battisti

Ministro da Itália, Matteo Salvini, ligou para o presidente na manhã desta segunda-feira

Por Da Redação 14 jan 2019, 16h28
Depois de quase 40 anos foragido, o italiano Cesare Battisti chegou a Itália na manhã desta segunda-feia. Ele será levado a um presídio na Sardenha. Segundo uma nota divulgada pelo Palácio do Planalto, o ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, ligou para o presidente Jair Bolsonaro para “agradecer o empenho do Brasil em solucionar o caso”. Battisti foi preso no último domingo na Bolívia.
  • O italiano viveu dez anos no Brasil como refugiado até que, no ano passado, o ex-presidente Michel Temer tomou a decisão de extraditar Battisti. Ele foi condenado à prisão perpétua em 1993, por quatro assassinatos cometidos nos anos 1970, quando pertencia ao grupo militante Proletários Armados pelo Comunismo. Battisti nega as acusações e se diz vítima de perseguição política.
    Publicidade