Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Bombeiros salvariam morador em mais 30 segundos, diz sargento

Ricardo, de 30 anos, é a única vítima considerada desaparecida até o momento. Segundo a corporação, as chances de ele ser encontrado vivo são pequenas

Por Da Redação 1 Maio 2018, 20h29

O oficial do Corpo de Bombeiros, sargento Diego, afirmou, em entrevista coletiva nesta tarde, que seriam necessários apenas mais 30 ou 40 segundos para conseguir resgatar a única vítima considerada desaparecida até o momento do prédio que desabou após um incêndio no Largo do Paissandu, no Centro de São Paulo, na madrugada desta terça-feira. Segundo os bombeiros, Ricardo, de 30 anos, estava sendo resgatado, com cinto e corda, quando o prédio veio abaixo.

Embora ele ainda seja considerado desaparecido pelos bombeiros, a corporação afirma que as chances de Ricardo ser encontrado vivo são pequenas. As causas do incêndio ainda são desconhecidas e serão investigadas pela Polícia Civil. O prédio, de 24 andares, desabou depois que um incêndio começou no quinto andar, por volta da 1h30 desta terça.

  • Publicidade