Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Museu da Natureza: O óvni no meio da caatinga

Estrutura será inaugurada na próxima terça-feira com o objetivo de preservar riquezas da região

Por Da Redação Atualizado em 17 dez 2018, 17h37 - Publicado em 15 dez 2018, 18h00
Uma estrutura de aço e vidro de 4000 metros quadrados que se mistura com a caatinga intocada da Serra da Capivara. Esse é o prédio do Museu da Natureza, que emerge como um óvni no meio dos paredões de arenito. A responsável pela novidade é a arqueóloga Niède Guidon, que investiu no espaço reconhecido como um patrimônio natural pela Unesco.
O novo museu teve um investimento de 13,7 milhões de reais do BNDS, mas, para que serviria um museu tão imponente em um fim de mundo acessível a poucos? A resposta é que o Museu da Natureza não apenas acrescenta arrojo arquitetônico ao ambiente: sua chegada contribui para a conservação dessas riquezas. O museu agrega um toque de entretenimento a um conjunto com vocacão inequívoca para ser admirado. “A melhor forma de preservar é trazer mais turistas e desenvolver a região” diz Niède.
Publicidade