Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

David Santos Sousa: ‘Sinto mais pena do que raiva do atropelador’

Confira o depoimento do ciclista que perdeu o braço ao ser atropelado

Por Da Redação - 14 set 2019, 07h00

Por volta das 5 e meia da manhã do dia 10 de março de 2013, um domingo, o paulistano David Santos Sousa pedalava rumo ao trabalho numa ciclofaixa que estava sendo montada na Avenida Paulista, em São Paulo, quando foi atingido por um carro, que arrancou seu braço direito. O motorista, Alex Kozloff Siwek, fugiu e disse ter atirado seu braço em um córrego — o membro jamais foi encontrado.

David não perdeu a vontade de viver: aceitou a nova realidade e, como como era destro, precisou até aprender a escrever com a mão esquerda. Leia seu depoimento: abr.ai/primeirapessoa2308

Publicidade